KTF Sports teve difícil fim de semana no Velopark

Neste domingo (15) o Autódromo Velopark recebeu a oitava rodada da temporada da Stock Car. Os 28 pilotos que compõe o grid da principal categoria do automobilismo brasileiro vivenciaram um fim de semana bastante movimentado na cidade de Nova Santa Rita, na grande Porto Alegre.

Em sua primeira temporada na modalidade a equipe KTF Sports (Americanet | Harald | Cifarma) teve a sua primeira chance de competir pela segunda vez em uma mesma pista e, com isso, os engenheiros e pilotos estavam bastante confiantes em bons resultados.

Numa rodada marcada por constantes mudanças climáticas, tanto com relação à temperatura, como à chuva, todas as situações foram vivenciadas entre os treinos livres da sexta-feira até as corridas deste domingo.

Desde os primeiros treinos o carro #80, do piloto Marcos Gomes, apresentou um problema de baixo rendimento. Mesmo com todos os esforços da equipe de engenharia e dos mecânicos a identificação da falha somente foi possível após a tomada de tempos em que Gomes registrou apenas o 26º tempo. Nunes, por sua vez, foi melhorando a sua performance no decorrer dos treinos e, na sessão classificatória seguiu para o Q2 conseguindo a 15ª posição.

Infelizmente, devido à penalizações da etapa de Campo Grande, os dois carros da KTF não tiveram habilitados os botões push-to-pass nesta rodada e, com isso, a expectativa de recuperação durante as provas ficou bastante acanhada.

Com duas estratégias diferentes os dois carros da KTF se alinharam no grid para a primeira corrida. Diego, com cinco voltas completadas, seguiu para os boxes abrindo mão completamente da corrida um e deixando a equipe preparar o carro para a segunda prova. Gomes, por sua vez, buscava se recuperar como podia, porém, sem o artifício do push realmente a tarefa se tornou bastante complicada. Gomes terminou a primeira prova no 21º lugar e Nunes, não completou.

Na segunda corrida, com os dois carros de tanque cheio, a equipe tinha uma boa estratégia para finalizar com ambos na zona de pontuação. Devido a quebra do câmbio Marcos foi obrigado a abandonar a prova na 11ª volta. Diego, por sua vez, conseguiu uma bela recuperação e, após partir da última posição, cruzou a linha de chegada no 17º lugar recuperando, com isso, onze posições.

“Realmente foi um fim de semana bastante frustrante. Por outro lado, pensando-se que não teríamos em nenhum dos carros o push-to-pass, talvez tenha sido melhor que a sequência de problemas que tivemos acontecesse nesta rodada. Vamos voltar para a nossa sede e, como temos um intervalo de cinco semanas para a próxima rodada, trabalharemos de forma muito intensa para voltarmos a termos os carros rápidos e competitivos em Cascavel e no restante da temporada”, comentou Guilherme Ferro, chefe de engenharia da KTF.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: