“Chegamos vivos para a decisão”, diz Barrichello após etapa de Goiânia

Piloto da equipe Mobil Full Time Sports tem dificuldades na corrida 1, mas consegue boa recuperação e é o quarto na segunda prova, mantendo as chances de brigar pelo título na etapa final em Interlagos

A 11ª e penúltima etapa da Stock Car 2019, realizada neste domingo (24), em Goiânia (GO), foi cheia de homenagens para Tuka Rocha, ex-piloto da categoria e que faleceu há uma semana em decorrência de um acidente aéreo. Os pilotos se reuniram para um minuto de silêncio antes das provas e balões brancos foram soltos na linha de chegada. Rubens Barrichello também foi um dos que prestou tributo ao amigo, usando o capacete com a pintura de Tuka.

“Claro que gostaria de homenagear o Tuka no pódio, mas a homenagem de todos antes da prova também foi emocionante. Acho que o Tuka estava com todos nós aqui hoje. Foi uma prova muito emotiva”, declarou Barrichello.

O piloto da Mobil Full Time Sports largou em 19º no grid da corrida 1, após a chuva ter embaralhado a classificação no sábado (23). Barrichello vinha buscando a recuperação, mas enfrentou dificuldades e decidiu apostar suas fichas na corrida 2. Desta forma, fez um pit stop mais longo para reabastecimento e trocou três pneus na parada nos boxes.

Por ter cruzado a linha de chegada em 19º, Barrichello repetiu sua posição no grid da corrida 2. O piloto foi escalando o pelotão e antes do pit stop obrigatório já aparecia no Top-10, completando a prova na quarta colocação.

Com os resultados, Barrichello segue na briga pelo título na última etapa, em Interlagos (SP), no dia 15 de dezembro, que valerá o dobro de pontos. Ele está em quarto lugar, com 284 pontos. 60 estarão em jogo na decisão.

“Tive algumas dificuldades na corrida 1, mas na segunda nos recuperamos. Então, Goiânia continua sendo uma pista maravilhosa pra mim”, destacou o piloto do Stock Car #111, que já venceu quatro vezes na pista goiana.

“A gente chega vivo para a decisão. Dependemos agora de alguns resultados dos outros, não só da gente, mas foi um campeonato que fizemos na garra e vamos pra última corrida com muita garra também”, finalizou o campeão de 2014, que este ano subiu seis vezes ao pódio, sendo quatro vitórias.

Gabriel Casagrande venceu a corrida 1 deste domingo. Ricardo Maurício havia vencido a prova 2, mas foi excluído por falha na luz de freio e a vitória ficou com Felipe Fraga.