Sebastien Ogier confirma mudança para Citroen em 2019

O atual campeão mundial de rally, Sébastien Ogier, confirmou que vai deixar a M-Sport Ford no final da atual temporada, para voltar à equipe com a qual iniciou sua carreira no WRC, a Citroën.

Este anúncio não surpreendeu, pois Ogier já havia insinuado uma mudança para o fabricante francês, após comentários de que qualquer novo acordo, provavelmente seria seu último no WRC, antes da aposentadoria.

No entanto, o anúncio não menciona a duração do seu acordo com a Citroën.

Ogier, que é o segundo piloto mais bem sucedido do WRC na história, disse que um fator chave por trás de sua mudança, foi o desejo de vencer o campeonato com um terceiro time, algo que apenas Juha Kankkunen conseguiu.

“Houve vários fatores que influenciaram minha decisão. Eu realmente gosto da idéia de trabalhar novamente com pessoas, com quem as coisas correram muito bem há alguns anos, e também estou animado com a chance de tentar vencer o desafio de me tornar campeão mundial, com um terceiro fabricante diferente”, explicou Ogier.

“E embora eu não esteja tomando nada como garantido, estou convencido de que o carro tem um potencial definido e tenho muita fé nas pessoas da equipe”.

“Estou realmente entusiasmado com a perspectiva de assumir este novo desafio com a Citroën. Na verdade, mal posso esperar, especialmente porque não esqueci que essa é a equipe que me deu a oportunidade de competir no campeonato mundial”.

Ogier ganhou o título mundial júnior com a Citroën em 2008, antes de fazer sua primeira aparição no nível superior no final daquela temporada. Ele pilotou pela segunda linha da Citroën em 2009 e 2010, conquistando sua primeira vitória no WRC em Portugal. Ele foi promovido para o time principal no segundo semestre de 2010, mas saiu depois da temporada de 2011, para se juntar à Volkswagen, onde conquistou quatro títulos consecutivos. Ele então se juntou à M-Sport Ford em 2017, depois que a VW se afastou do WRC.

“Quando decidimos nos juntar à M-Sport há dois anos, muitos consideraram isso um risco. Eu considerei um desafio e juntos conseguimos algo extraordinário”, acrescentou.

“Malcolm Wilson e sua equipe, têm tanta paixão pelo rally, e eu gostaria de agradecer a todos, e a cada um deles pelo que foram incríveis dois anos juntos”.

“Agora é hora de outro novo desafio, mas primeiro vamos nos concentrar em fechar essa parceria especial da melhor maneira possível. O campeonato ainda está muito apertado e vamos continuar lutando para manter nossas chances vivas e continuar pressionando até o final”, concluiu Ogier.