Ott Tänak coloca a Toyota na briga pelo título mundial de rali

Depois de vencer pela terceira vez seguida, piloto estoniano entrou definitivamente na disputa pelo campeonato, contra Thierry Neuville, da Hyundai, e Sebastien Ogier, da Ford

A sorte – que muitos definem como o encontro da capacidade com a oportunidade – abriu um largo sorriso para Ott Tänak. O piloto estoniano venceu o Rally da Turquia, encerrado neste domingo, 16, de forma surpreendente, depois de amargar posições intermediárias no início da prova (chegou a estar em nono).

Sua recuperação foi premiada com o abandono de seus principais adversários: Thierry Neuville e Sebastien Ogier quebraram nas especiais do sábado, 15, deixando o caminho livre para a terceira vitória seguida de Ott Tänak, a quarta no ano. O resultado prático é que o estoniano assumiu a vice-liderança do WRC e está mais vivo do que nunca na briga pelo título.

“Não parece, mas foi muito, muito difícil. Na sexta-feira, a gente sabia que se terminássemos entre os cinco ou seis primeiros, seria um bom resultado. Mas desde o início, era um rali que não seria vencido pelo mais rápido, e sim pelo mais esperto. Então, nós fizemos a prova inteira de forma muito cautelosa e, agora, o campeonato está bem interessante”, falou Tänak.

Faltando três provas para o final da temporada 2018, Neuville lidera com 177 pontos, seguido mais de perto por Tänak, que agora soma 164. Ogier despencou para terceiro, com 154. A próxima etapa será disputada entre os dias 4 e 7 de outubro, no País de Gales.