Citroen deixa o WRC com efeito imediato e culpa saída de Sebastien Ogier

A Citroen Racing confirmou sua saída do Campeonato Mundial de Rally (WRC), citando a saída do ex-tricampeão Sebastien Ogier como a causa de sua retirada.

Enquanto Ogier, seis vezes campeão da WRC, ainda não confirmou seus planos para 2020, é comentado que ele fechou um acorodo com a Toyota.

Havia especulações de que era improvável que a Citroen continuasse no WRC após 2020, mas na quarta-feira de manhã o fabricante francês confirmou sua saída com efeito imediato, justificando pela “ausência de um piloto de primeira classe” disponível para a próxima temporada.

Com esta notícia, espera-se que Ogier seja anunciado como piloto da Toyota ao lado de Elfyn Evans e Kalle Rovanpera no início da próxima semana.

Linda Jackson, CEO da Citroen, disse: “Nossa decisão de desistir do programa WRC no final de 2019 segue a escolha de Sébastien Ogier em deixar a Citroën Racing. Obviamente, não desejamos essa situação, mas não conseguimos imaginar a temporada 2020 sem Sébastien”.

“Gostaria de agradecer à equipe Citroën Racing por sua paixão e comprometimento. Uma parte do DNA da Citroën está intimamente ligada ao rally e estamos orgulhosos de ser uma das marcas mais tituladas na história do WRC, com 102 vitórias e 8 títulos de fabricantes”.

A Citroen continua comprometida em apoiar suas equipes clientes no próximo ano, acrescentando: “Com base na experiência e nas competências das equipes da PSA Motorsport, a atividade de concorrência dos clientes da Citroën será reforçada em 2020, com suporte e um compromisso ampliado para com os clientes C3 R5 em todo o mundo”.

“Essa decisão permite à Citroën reforçar o foco de seus meios de marketing em sua estratégia de marca, para abordar os atuais desafios em relação à transição, com o lançamento de uma nova geração de modelos eletrificados a partir de 2020”.

A empresa-mãe da Citroen, PSA, anunciou recentemente sua decisão de competir no Campeonato Mundial de Endurance (WEC) a partir de 2021.

Ogier ingressou na Citroen em 2019 em um contrato de dois anos ao lado de Esapekka Lappi, com o futuro deste último agora incerto.

A Citroen terminou em terceiro no Campeonato de Fabricantes em 2019, atrás da Hyundai e Toyota, conquistando vitórias com Ogier em Monte Carlo, México e Turquia.

 

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BQtadYchtfv68j9KFJoV3M

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Victor Berto comenta o sábado do GP do Brasil F1 2019:

 

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

 

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

 

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

 

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA: