Alonso pronto para se juntar a Kobayashi nas 24 horas de Daytona

Fernando Alonso e Kamui Kobayashi estão prontos para correrem juntos na equipe Wayne Taylor Racing Cadillac Dpi, na Rolex 24 horas de Daytona.

Fernando Alonso está pronto para a sua segunda 24 horas de Daytona consecutiva, com o espanhol prestes a se juntar à equipe Wayne Taylor Racing, ao lado de Kamui Kobayashi, para a abertura da temporada do Campeonato IMSA WeatherTech SportsCar, em janeiro de 2019.

Múltiplas fontes confirmaram que os dois pilotos da Toyota Gazoo Racing LMP1, estão finalizando os planos para se juntar ao time vencedor de 2017, ao lado de Jordan Taylor e Renger van der Zande no Cadillac No. 10.

Quando questionado, o dono da equipe, Wayne Taylor, afirmou que nenhum contrato foi finalizado, embora um anúncio sobre sua formação esteja marcado para quarta-feira.

“Eu tenho cinco pilotos com quem estou trabalhando em contratos”, disse Taylor ao Sportscar365.

Alonso, que fez sua estréia em corridas de carros esportivos em Daytona neste ano, em uma das Ligiers da United Autosports Gibierons, revelou recentemente que um retorno ao clássico de resistência na Flórida, está entre as corridas em seu radar para o próximo ano.

O bicampeão mundial, que participou de sua última corrida de F1 no último fim de semana em Abu Dhabi, atualmente tem apenas as três corridas restantes da temporada 2018-19 da FIA com a Toyota e as 500 Milhas de Indianápolis em seu calendário.

“A Rolex 24 horas de Daytona, é desafiadora e da maneira como nos Estados Unidos, a maneira como eles correm com os carros de segurança, e tentam manter a corrida apertada até o último par de horas”, disse Alonso à Sportscar365 no início deste mês em Xangai.

“Acho muito divertido fazer isso. É no meio de janeiro com o tempo em Miami na Flórida, então tem algumas coisas atraentes.”

Kobayashi, por sua vez, faria sua estreia na IMSA, em um acordo que é amplamente aceito pela Konica Minolta, a principal patrocinadora do time.

A equipe contaria com uma das linhas de pilotos de maior perfil na era moderna da corrida.

A WTR deu à Cadillac sua primeira vitória na competição DPi em Daytona em 2017, com a formação de Jordan e Ricky Taylor, Max Angelelli e a lenda da NASCAR Jeff Gordon, que saiu da aposentadoria para a corrida única.