Ricky Brabec e Kevin Benavides mantém suas Honda CRF450 RALLY na luta pela vitória do Dakar 2019

O domingo (dia 13) não foi de descanso para os participantes do Rally Dakar 2019. Na etapa mais longa desta edição, com 839 km, os pilotos passaram do interior à costa do Pacífico, da altitude da fria e úmida Arequipa ao vento e calor de San Juan de Marcona.

A sexta etapa do Dakar 2019 teve início nas impressionantes dunas de Tanaka, à beira do Oceano Pacífico, de onde os competidores largaram para uma primeira parte de trecho cronometrado de 84 km. Na sequência, um deslocamento de 18 km precedeu a difícil conclusão do trecho cronometrado, nada menos do que 232 km que terminaram no acampamento de San Juan de Marcona.

Kevin Benavides lutou com unhas e dentes pela vitória nesta etapa e chegou bem perto de seu objetivo, encerrando o dia na segunda posição, a menos de dois minutos de diferença de seu rival, Pablo Quintanilla. Com este resultado o argentino do Monster Energy Honda Team galgou da sexta para a quarta posição na classificação geral, reduzindo em um minuto sua diferença em relação ao líder.

O norte-americano Ricky Brabec perdeu tempo na etapa em busca de um waypoint e tal dificuldade lhe custou a liderança da competição. Apesar disso, o piloto tem menos de cinco minutos de atraso em relação ao novo líder do Dakar.

Nacho Cornejo, por ter sido restituído pelos organizadores dos minutos empenhados no socorro ao companheiro de time Paulo Gonçalves durante a quinta etapa, largou na segunda posição e teve que abrir o roteiro do dia. Apesar desta situação de desvantagem, conseguiu manter um bom ritmo e concluir a etapa.

Nesta segunda-feira (14), está sendo realizada a primeira etapa “laço” desta edição do Dakar, com 387 km, incluindo o maior trecho cronometrado da programação – nada menos que 323 km.  A previsão é de navegação muito difícil em um terreno marcado pela passagem dos competidores em etapas anteriores.

Ricky Brabec (6º lugar na sexta etapa / 2º lugar na classificação geral das motos)

“Foi um dia duro. A temperatura não atrapalhou, mas o vento foi um fator determinante. Complicado rodar o dia inteiro com o vento incomodando. Em um momento do roteiro fiquei seriamente preocupado com o combustível, o que me levou a baixar o ritmo, mas na fase final voltei a forçar. De um modo geral esta etapa foi positiva para mim: faltando quatro jornadas, estou feliz por estar com os primeiros. Vou seguir lutando e pretendo aumentar o ritmo, pois eu me sinto ótimo e 100% fisicamente.”    

Kevin Benavides (2º lugar na sexta etapa / 4º lugar na classificação geral das motos)

“Foi um bom dia para mim. Mudei minha estratégia e comecei a forçar mais nesta segunda semana do Dakar, e realmente dei o máximo na sexta etapa. A ideia era terminar o mais à frente possível e assim esta segunda posição na etapa representa um objetivo atingido, apesar do tempo que perdi na parte final. Vamos seguir em frente e não podemos desperdiçar nenhum tempo nas etapas que virão.”

José Ignacio Cornejo (10º lugar na sexta etapa / 12º lugar na classificação geral das motos)

“O dia foi positivo, apesar de difícil, com muita areia e pedras no roteiro. No começo da etapa, as dunas eram muito difíceis de superar por causa da areia solta. Apesar de ter aberto o dia por conta da minha segunda posição na etapa anterior, consegui estabelecer um bom ritmo, me senti confortável e espero continuar assim nos quatro dias que restam. Vou continuar dando tudo de mim.”

Raul Castells – MONSTER ENERGY HONDA TEAM MANAGER

“A sexta etapa foi muito boa para Kevin, que confirmou o segundo lugar no dia. Ricky perdeu algum tempo buscando um waypoint, mas não foi nada de mais. Em geral, estamos contentes com a performance de nossos três pilotos: dois estão lutando pela vitória e Nacho os está ajudando muito. Seguiremos em busca da vitória final, os pilotos que ocupam as cinco primeiras posições na classificação geral estão separados por uma diferença de tempo ínfima e tudo pode acontecer. O Dakar deste ano será decidido na etapa derradeira.”

DAKAR 2019
13 de janeiro de 2019 – domingo
6º ETAPA – Resultado

1 – #6 – PABLO QUINTANILLA – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA FACTORY RACING – 03H 50′ 47”
2 – #47 – KEVIN BENAVIDES – MONSTER ENERGY HONDA TEAM  – 03H 52′ 39” / + 00H 01′ 52”
3 – #1 – MATTHIAS WALKNER – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 03H 55′ 08” / + 00H 04′ 21”
4 – #3 – TOBY PRICE – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 03H 55′ 35” / + 00H 04′ 48”
5 – #4 – ADRIEN VAN BEVEREN – YAMALUBE YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 03H 56′ 18” / + 00H 05′ 31”
6 – #15 – RICKY BRABEC – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 03H 58′ 17” / + 00H 07′ 30”
7 – #11 – STEFAN SVITKO – SLOVNAFT TEAM      – 03H 59′ 07” / + 00H 08′ 20”
8 – #29 – ANDREW SHORT – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA FACTORY RACING – 04H 04′ 41” / + 00H 13′ 54”
9 – #77 – LUCIANO BENAVIDES – RED BULL KTM FACTORY TEAM       – 04H 06′ 00” / + 00H 15′ 13”
10 – #10 – JOSE IGNACIO CORNEJO FLORIMO – MONSTER ENERGY HONDA TEAM 2 – 04H 12′ 34” / + 00H 21′ 47”

DAKAR 2019
13 de janeiro de 2019 – domingo
CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS A 6ª ETAPA

1 – #6 – PABLO QUINTANILLA – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA FACTORY RACING – 20H 45′ 13”
2 – #15 – RICKY BRABEC – MONSTER ENERGY HONDA TEAM  – 20H 49′ 51′ / + 00H 04′ 38”
3 – #3 – TOBY PRICE – RED BULL KTM FACTORY TEAM  – 20H 50′ 30” / + 00H 05′ 17”
4 – #47 – KEVIN BENAVIDES – MONSTER ENERGY HONDA TEAM  – 20H 53′ 14” / + 00H 08′ 01”
5 – #4 – ADRIEN VAN BEVEREN – YAMALUBE YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 20H 54′ 28”  / + 00H 09′ 15”
6 – #1 – MATTHIAS WALKNER – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 20H 55′ 59” / + 00H 10′ 46”
7 – #14 – SAM SUNDERLAND – RED BULL KTM FACTORY TEAM – 21H 06′ 19” / + 00H 21′ 06”
8 – #11 – STEFAN SVITKO – SLOVNAFT TEAM – 21H 17′ 09” / + 00H 31′ 56”
9 – #18 – XAVIER DE SOULTRAIT – YAMALUBE YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM – 21H 23′ 17” / + 00H 38′ 04”
10 – #29 – ANDREW SHORT – ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA FACTORY RACING – 21H 24′ 09” / + 00H 38′ 56”
12 – #10 – JOSE IGNACIO CORNEJO FLORIMO – MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 21H 56′ 07” / + 01H 10′ 54”.