Loeb vence a segunda etapa no Dakar

Sebastien Loeb fez uma exibição dominante na terça-feira, vencendo a segunda etapa do Rally Dakar 2019.

Jakub Przygonski lutou logo no início com Loeb, da Red Bull, para pressionar o campeão Carlos Sainz pela liderança durante os 552 km de Pisco para San Juan de Marcona.

Os antigos vencedores, Giniel de Villiers e Stéphane Peterhansel, também tiveram um bom desempenho. Loeb aumentou a pressão para forjar uma vantagem forte, e em seguida, superou Nani Roma para ganhar por oito segundos.

“Foi um bom estágio para mim, sem problemas”, disse Loeb. “Tentamos alcançar um bom ritmo e mantê-lo.”

O Toyota de De Villiers, ficou à frente do companheiro de equipe, Bernhard ten Brinke por 2s8 segundos no geral, com o terceiro de Roma, Yazeed al-Rajhi em quarto e Loeb em quinto, um lugar à frente de Sainz.

O líder do estágio 1, Nasser Al-Attiyah, lutou para terminar o dia 3m 26s atrás com Despres a dois segundos mais para trás, e Peterhansel recuperou um pouco de terreno depois de um erro de quase 14 minutos.

O 13 vezes vencedor do evento disse após a segunda etapa: “Começamos com alguns problemas elétricos dentro do carro: sem microfones, sem ar condicionado, sem limpadores, nada estava OK. Perdi minha concentração um pouco e ficamos presos em um lugar muito ruim. Estamos felizes porque Cyril nos tirou.”

O atual campeão de motos, Matthias Walkner (KTM), reagiu brilhantemente e venceu o segundo estágio sobre Ricky Brabec, da Honda. O norte-americano foi o mais rápido nos primeiros 50km, com Walkner reduzindo a diferença para apenas um segundo depois de 100km. Brabec voltou a acelerar, mas o austríaco voltou a vencer por 22 segundos, com o terceiro colocado sendo Joan Barreda.

“Os carros eram difíceis de passar em alguns lugares, mas o mais difícil era a areia fina, que estava muito solta”, observou Walkner. “Às vezes com as motos era tão profundo que você não pode ver algumas pedras, então era muito perigoso, mas divertido.”

O russo Eduard Nikolaev (Kamaz-Master), venceu nos caminhões por 2m 39s sobre Gerard de Rooy (Petronas Team De Root Iveco), o que o deixou com uma vantagem de 4:23 sobre o holandês, na geral.

Na etapa 3 de quarta-feira, as motos e os quadricípedes começam primeiro de San Juan de Marcona para enfrentar 467 km de ligação e um especial de 331 km em Arequipa.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Caso desista da F1, Red Bull pensa em Le Mans como opção”:

 

“Schumacher não respira com ajuda de aparelhos”, diz jornal britânico:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E na Arábia Saudita:

 

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

 

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?