Felipe Baptista e Esteban Guerrieri colocam o carro Hero #444 na pole da Porsche Endurance 500

Marca registrada nas corridas de Endurance da Porsche Cup, a Porsche Endurance 500 comprovou nesta sexta-feira (29) o grande equilíbrio da categoria com uma disputa acirrada no treino que definiu o grid de largada para a corrida de encerramento da temporada. Nada menos que 18 dos 30 carros que participaram da sessão ficaram com a média dos tempos inferior a um segundo. No fim do dia, acabou prevalecendo o carro #444 da Hero, do jovem prodígio Felipe Baptista e seu parceiro argentino Esteban Guerrieri. Felipe liderou o seu grupo deixando o ex competidor da Indy Lights em plenas condições de levar o carro para a pole position da categoria 4.0, na segunda parte do treino.

Em segundo lugar na tomada ficou a máquina #31, que lidera o campeonato, com Alan Hellmeister e Luca Seripieri. Vale destacar que Hellmeister foi o piloto mais rápido do dia. Porém, uma punição imposta a Luca, fez o piloto perder a melhor volta em seu grupo e com isso o seu carro caiu do segundo lugar do grid para sexto no geral, conservando a pole na classe GT3. Com a punição ao carro #31, o #27, vencedor da última etapa e composto por Lucas di Grassi e Ricardo Baptista largará em segundo lugar.

Compõem a segunda fila o carro #7 de Miguel Paludo, que corre em parceria com o piloto de Nascar Justin Allgaier e o carro #1, de Werner Neugebauer e Ricardo Zonta. JP Mauro e o vencedor das 24 Horas de Le Mans, Felipe Fraga, largam em quinto.

Na classe 3.8, a dupla do carro #77, formada por Chico Horta e William Freire, conquistou a pole position impulsionada pela grande volta de Horta, primeiro piloto a ir para pista. Na segunda parte do treino, Gaetano di Mauro, no carro #83, fez uma volta impressionante e conseguiu colocar o carro do trio formado por ele, Marco e Murizio Billi no segundo lugar do grid.

Em terceiro, será alinhada a máquina #99 de Zeca Feffer e Cesar Ramos. Em quarto, liderando na classe 3.8 Sport, vem o carro do trio Nelson Monteiro, Lucas Salles e Ayman Darwich. Vencedores das duas primeiras corridas da temporada, Leonardo Sanchez e Átila Abreu com a máquina #15, largam em 24º no geral e quinto na categoria 3.8.

Vale lembrar que para os competidores que competem em duplas, cada piloto necessita completar 48 voltas no mínimo durante a corrida. Já nos trios, cada piloto deve completar 32 voltas pelo menos. Não há exigência para a ordem dos stints dos pilotos e cabe aos estrategistas de cada equipe definir os momentos das paradas, revezamento dos pilotos além da estratégia de quem largar e quem finaliza a prova. Cada carro precisa fazer no mínimo cinco pit stops de seis minutos.

O evento final da temporada 2019 da Porsche Império Carrera Cup terá ainda uma grande celebração da marca, o Sportscar Together Day, promovido em conjunto com a Porsche Brasil. A promessa é de um encontro histórico de entusiastas, proprietários, colecionadores, fãs, pilotos e apaixonados pela marca recordista de vitórias nas 24 Horas de Le Mans. O evento reunirá modelos de rua antigos e de competições, com um grande desfile pela pista de Interlagos.Assim como todas as etapas do ano, a jornada final terá operação de arquibancadas. Os ingressos custam a partir de R$ 30,00 e estão à disposição nas bilheterias do autódromo de Interlagos neste sábado.

A Porsche Endurance 500 tem largada programada para às 14h10, com transmissão ao vivo pelos canais da Porsche Império Carrera Cup no Youtube e Facebook.

Qualificação, 4.0

Miguel Paludo foi o primeiro a registrar tempo no grupo A com 1m37s1. Marcelo Hahn veio a seguir com 1m38s2, e logo depois vinham Sylvio de Barros com 1m38s5 e JP Mauro, com 1m38s7. Na sequência, Paludo mostrou que não estava para brincadeira e fez 1m35s6, e JP Mauro também melhorou, para 1m36s4. Luca Seripieri subiu para terceiro, com 1m36s7.

A três minutos da bandeirada, os irmãos Vitor e Felipe Baptista colocaram seus carros na segunda e terceira colocações, ambos na casa de 1m36s0. A essa altura, Fran Lara era o quarto colocado, com 1m36s288, e Werner Neugebauer era o quinto, com 1m36s333.

Felipe Baptista assumiu o primeiro lugar quando faltava 1m30, ao marcar 1m35s416. Quem também chegou ao top 5 foi Ricardo Baptista, com 1m36s249. No fim, a melhor volta do grupo A ficou mesmo com o piloto mais jovem do grid, Felipe Baptista, com o irmão mais velho Vitor em segundo estabelecendo a dobradinha da equipe Hero.

Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Ricardo Baptista fecharam o top 5. O primeiro GT3 foi Fran Lara, em sexto. Só os seis primeiros ficaram dentro do mesmo segundo.

O grupo B começou com Justin Allgaier fazendo 1m37s3, mas os carros ainda prometiam baixar bastante os tempos. Depois da segunda volta completada, o mais rápido passou a ser Nelsinho Piquet, com 1m35s036, levando o carro para quarto.

Na pole provisória estava Lucas di Grassi, com a volta de 1m35s112, no carro #27. Depois vinham Justin Allgaier em segundo e Alan Hellmeister em terceiro, liderando a classe GT3, com 1m35s218.

Na terceira volta, dois pilotos baixaram da casa de 1m35: Danilo Dirani, com 1m34s949 e levando o carro #53 para quinto no geral, e Alan Hellmeister, com 1m34s860, melhor tempo da sessão até então, assumia a pole provisória ao lado de Luca Seripieri.

No minuto final, Esteban Guerrieri fez 1m35s796, levando o carro #444 para a pole provisória, à frente de Alan Hellmeister (carro #31), Lucas di Grassi (#27), Justin Allgaier (#7) e Ricardo Zonta (#1). E dessa forma acabou o treino, com a pole de Guerrieri/Felipe Baptista no geral e o primeiro lugar da GT3 com a dupla Hellmeister/Seripieri.

Hellmeister também foi o mais rápido de seu grupo e de todo o treino, com 1m34s860. Outros dois competidores andaram abaixo de 1m35: Danilo Dirani (carro #53) e Enzo Elias (#81). Após a bandeirada, punição imposta ao carro #31 derrubou a máquina para sexto lugar no grid.

Qualificação, 3.8

O grupo A do quali da 3.8 começou com Chico Horta fazendo o primeiro tempo competitivo, com 1m40s029. Depois vieram Guilherme Reischl, com o carro #32, e Leo Sanchez, todos na casa de 1m40. Na segunda passagem, os carros baixaram um pouco, e Horta fez 1m39s164, e Leo, 1m39s881, o melhor tempo de sua carreira em Interlagos.

Faltando dois minutos, Chico Horta mantinha a liderança, mas Nelson Monteiro assumiu o segundo lugar, com 1m39s382. Depois vinham Marcelo Tomasoni, com 1m39s610, Cesar Urnhani, com 1m39s645, e Marco Billi, com 1m39s719. Leo Sanchez caiu para sexto.

Na bandeirada, Chico Horta baixou da casa de 1m39, registrando 1m38s865 para ficar com o melhor tempo do grupo A. Em segundo, Nelson Monteiro liderava a classe Sport. Tomasoni melhorou para 1m39s532 e liderava a Carrera.

No Grupo B, Gaetano di Mauro foi o primeiro a registrar um tempo competitivo, com 1m37s733. William Freire também fez 1m37s7, assumindo a pole provisória na média do tempo com William Freire. Naquela altura, Renan Guerra era o mais veloz da pista, com 1m37s727, colocando o carro em dupla com Paulo Totaro em quinto no geral.

Logo depois, Gaetano baixou seu tempo para 1m37s141, mas na média o carro #83 era o segundo, atrás do carro #77. Em terceiro, vinham o #99 com César Ramos, o #87 com Lucas Salles e o #15 com Átila Abreu.

A pole da 3.8 ficou mesmo com William Freire e Chico Horta. O trio Gaetano di Mauro/Maurizio Billi/Marco Billi ficou em segundo, com Gaetano fazendo o melhor tempo individual, em 1m37s1. César Ramos e Zeca Feffer ficaram em terceiro, à frente de Lucas Sales/Nelson Monteiro/Ayman Darwich e Átila Abreu/Leo Sanchez.
 

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente a DAZN grátis por 1 mês!

 

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BQtadYchtfv68j9KFJoV3M

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Fórmula 1 faz tributo à Ayrton Senna no Parque do Ibirapuera:

 

STOCK CAR 2019 | GOI NIA – 11ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1):

 

STOCK CAR 2019 | GOI NIA – 11ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 2):

 

FÓRMULA E | EL-DIRIYAH – CORRIDA 2 | MELHORES MOMENTOS:

 

FÓRMULA E | EL-DIRIYAH – CORRIDA 1 | MELHORES MOMENTOS:

 

Victor Berto comenta o domingo de GP do Brasil de Fórmula 1 2019:

 

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA: