Família de Earnhardt sobrevive a acidente de avião

O superstar da Nascar, Dale Earnhardt Jr., vai tirar o fim de semana de folga para ficar com sua esposa e filha, depois que os três sobreviveram a um acidente de avião, durante um pouso na quinta-feira, perto do Bristol Motor Speedway.

Atualmente comentarista de televisão, o piloto aposentado de 44 anos de idade, foi levado a um hospital para avaliação após o acidente no leste do Tennessee. Earnhardt estava com a esposa Amy, a filha de 15 meses Isla, um cachorro e dois pilotos.

“Estamos incrivelmente gratos que Dale, sua esposa Amy, a filha Isla e os dois pilotos estejam seguros após o acidente de hoje”, disse a NBC Sports em um comunicado. “Depois de receber alta do hospital, nos comunicamos com Dale e sua equipe, e todos concordamos que ele deveria tirar esse fim de semana para ficar com sua família”.

“Estamos ansiosos para tê-lo de volta na cabine de transmissão, no próximo mês em Darlington”.

Funcionários da Administração Federal de Aviação disseram que um Cessna Citation rolou do final de uma pista e pegou fogo após aterrissar no Aeroporto Municipal de Elizabethton às 3h40 da tarde. Quinta-feira. Funcionários da FAA disseram que a indicação preliminar é de que dois pilotos e três passageiros estavam a bordo do jato.

O National Transportation Safety Board twittou, que está enviando dois representantes para Elizabethton para começar a investigar o acidente.

O porta-voz do Gabinete do Xerife do Condado de Carter, Thomas Gray, confirmou que Earnhardt estava a bordo, mas disse que ele não era um dos pilotos.

Earnhardt se aposentou como piloto em tempo integral em 2017, e trabalha como comentarista da NBC. Ele faz parte da equipe de transmissão programada para o evento da Cup Series da noite de sábado em Bristol, Tennessee.

Este acidente ocorre 26 anos depois que o ex-piloto e campeão da Copa 1992, Alan Kulwicki, morreu em um acidente de avião a caminho de uma corrida promocional em Bristol, em Knoxville, Tennessee. Esse acidente no Aeroporto Regional de Tri-City, em Blountville, no Tennessee, matou um total de quatro pessoas.

Earnhardt fez parte da equipe de corrida de Rick Hendrick em 2011, quando Hendrick quebrou uma costela e uma clavícula em um pequeno jato que perdeu os freios, e caiu em um aeroporto em Key West, Flórida. O filho, irmão e sobrinhas gêmeas de Hendrick estavam entre as 10 pessoas mortas em um acidente ocorrido em 2004 em um avião que viajava para uma corrida na Virgínia.

Este não é o primeiro acidente violento de Earnhardt. Ele ainda tem uma cicatriz de queimadura no pescoço de um acidente em Sonoma, em 2004, durante o aquecimento para uma corrida da American Le Mans Series, que o deixou com queimaduras de segundo grau.

Earnhardt tem um histórico de contusões que o atormentaram nos últimos anos como piloto. Ele ganhou o prêmio de piloto mais popular da Nascar, por 15 vezes, um recorde, e tem 26 vitórias na Copa em sua carreira.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Assista ao forte acidente de Dennis Dirani na etapa da Porsche Cup em Estoril:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

Eurofarma terá quatro carros e Di Grassi na Corrida do Milhão da Stock Car:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: