Seletiva de Kart Petrobras: Paturle, Schoma e Crispim saem na frente na busca das últimas vagas

O mineiro e o paulista se destacaram nos dois dias de corridas classificatórias. O paraibano Sérgio Crispim Filho também teve bom ritmo. Os três deram o primeiro passo rumo à final da Seletiva. Última prova amanhã no Kartódromo RBC Racing definirá os três finalistas

Depois de dois dias de corridas classificatórias no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano (MG), onde acontece a 20ª edição da Copa Brasil de Kart / Troféu Globo, já se pode saber quem são os pilotos da categoria Graduados que deram os primeiros passos rumo à conquista das três vagas restantes para a grande final da 20ª edição da Seletiva de Kart Petrobras. O mineiro Gabriel Paturle, o paulista Victor Schoma e o paraibano Sérgio Crispim Filho tiveram boas atuações nas provas de classificação, realizadas hoje (12) e ontem (11) e estão mais ´próximos´ de garantir as últimas vagas. Mas vale lembrar que o resultado da prova final, que será realizada neste sábado (13), é que será considerado para definição dos últimos finalistas.

Paturle se destacou no primeiro dia, depois de liderar boa parte dos treinos livres, ele fez a pole da bateria 1 e venceu, com o tempo de 16mins09s49 para as 18 voltas. Já nesta sexta-feira, o mineiro, com o kart #80, saiu da pole novamente, pois o resultado da primeira bateria definiu a ordem de largada para a segunda prova, e com um ritmo diferente de ontem, finalizou em quarto.

“Ontem foi uma corrida bem disputada, larguei da pole e no começo estava mais complicado, pois todos estavam bem rápidos, então foi bem acirrado. Mas fico feliz que tenha dado tudo certo. Hoje eu tinha um ritmo bom, mas não tanto como o de ontem. Mesmo assim, acredito que dei um passo importante para buscar o título aqui da 20ª edição da Copa Brasil de Kart e também para conseguir a vaga para a final da Seletiva. Estou confiante para a prova final amanhã”, contou o mineiro de 18 anos.

Victor Schoma teve problemas na primeira bateria, e pensando na vaga e também no campeonato ele focou em uma corrida de recuperação nesta sexta-feira. Depois de largar do fim do grid, em 18º, o paulista a bordo do kart #107 fez uma ótima prova, escalando o pelotão, com boas ultrapassagens para completar em quinto lugar.

“Comecei bem a semana aqui. Mas um problema na classificação me jogou lá pra trás. E em consequência disso, tive um incidente na primeira corrida ontem e nem consegui finalizar. E largando em 18º hoje, com um equipamento bem acertado, eu sabia que tinha boas chances de ir pra frente na segunda prova e foi o que aconteceu. Busquei as posições e consegui um bom resultado. Estou muito contente. A final amanhã é longa e vale a vaga para a Seletiva, então vou dar meu melhor. Meu foco é me manter na frente, e se conseguir isso, sei que posso levar a vaga para casa”, disse o jovem de 17 anos.

Sérgio Crispim Filho, com o kart #21, também teve uma boa atuação nestes dois dias e é o terceiro melhor, entre os pilotos que podem concorrer às vagas, ou seja, que estão inscritos na categoria Graduados e têm de 15 a 20 anos. Crispim ficou em oitavo ontem. E foi a posição de onde largou na disputa de hoje, e depois de 19 voltas concluiu em sétimo. Pedro Goulart e Lucas Okada também estão no grid e dentro dos critérios, mas já estão classificados.

As vagas serão definidas para os três melhores classificados da categoria Graduados, na prova final da Copa Brasil de Kart, que acontece neste sábado (dia 13). Vale lembrar que campeões em edições passadas não podem mais concorrer.

Resultado da 1ª bateria classificatória – categoria PGK/Graduados em Vespasiano (Top-10):
1) 80-Gabriel Paturle e Silva (FMA), 18 voltas em 16min09s49**
2) 48-Lucas Faria Nogueira (FMA), a 0.921
3) 4-Olin Vieira Galli (FAERJ), a 1.655
4) 28-Andre Nicastro (FADF), a 2.407
5) 119-Pedro Goulart (FGA), a 4.018
6) 212-Alain Sisdeli (FPARN), a 5.434
7) 11-Joaquim Junqueira (FAUGO), a 13.337
8) 21-Sergio Crispim Filho (FAEPI), a 14.214**
9) 17-Lucas Okada (FADF), a 15.862
10) 18-Pedro Lopes (FASP), a 18.296**

Resultado da 2ª bateria classificatória – categoria PGK/Graduados em Vespasiano (Top-10):
1) 28-Andre Nicastro (FADF), 19 voltas em 16min57s990
2) 48-Lucas Faria Nogueira (FMA), a 0.509
3) 4-Olin Vieira Galli (FAERJ), a 0.659
4) 80-Gabriel Paturle e Silva (FMA), a 0.716**
5) 107-Victor Schoma (FAEM), a 1.437**
6) 17-Lucas Okada (FADF), a 2.212
7) 21-Sergio Crispim Filho (FAEPI), a 4.585**
8) 11-Joaquim Junqueira (FAUGO), a 6.114
9) 212-Alain Sisdeli (FPARN), a 6.312
10) 408-Jose Victor Adami (FPRA) a 6.886**
** Pilotos que podem concorrer às vagas para final da Seletiva

Quem já garantiu a vaga para a final da 20ª edição da Seletiva de Kart Petrobras:
Pedro Goulart (RS), 17 anos
Allan Martins Croce (SP), 19 anos
Guilherme Peixoto (SP), 15 anos
Dante Fibra (SP), 16 anos
Nicolas Fliter (SP), 16 anos
Marcos Gonçalves Filho (MA), 16 anos
Enzo Prando (SP), 19 anos
Christian Fliter (SP), 17 anos
Lucas Okada (DF), 18 anos

Confira o calendário da 20ª edição da Seletiva de Kart Petrobras: *

Fase Classificatória
1ª Etapa – 21 de julho – Cotia (SP) – Campeonato Brasileiro de Kart
2ª Etapa – 1 de setembro – São Luís (MA) – Copa Petrobras Norte Brasileiro de Kart
3ª Etapa – 22 de setembro – Aldeia da Serra (SP) – Copa SP Light de Kart
4ª Etapa – 13 de outubro – Vespasiano (MG) – Copa Brasil de Kart

Final
22 e 23 de outubro – Cotia (SP)

* Sujeito a alterações

 

Seletiva de Kart Petrobras – Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras, a Seletiva tem, em média, aproximadamente 110 pilotos tentando a vaga na final. Em 19 anos, mais de 200 já estiveram na briga pelo título na grande final.

Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras contempla seus vencedores com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, teste com monoposto de base também na Europa, com a orientação de um coaching, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training.

A premiação total – somando todas as ações – chega a aproximadamente 500 mil reais. O campeão recebe 100 mil reais em dinheiro e o vice-campeão 10 mil.