Coluna ‘Fala, Piloto!’ com Matheus Ferreira – Emoção de correr no Mundial de Kart

O kartismo brasileiro vive um momento especial na história, já que em 2020 nós receberemos o Mundial de Kart pela primeira vez. O campeonato será no Speedpark, em Birigui (SP). Eu tive a honra de correr pela primeira vez no Mundial de Kart na edição deste ano, no mês passado em Alaharma, na Finlândia, e fiquei muito feliz de ser um dos sete representantes do Brasil na competição.

Foi especial correr o principal campeonato da modalidade com apenas 12 anos, eu era o piloto mais jovem do País e consegui fazer boas corridas, sempre andando entre os 10 primeiros colocados. Vou lutar muito para conseguir uma vaga na competição no ano que vem e quem sabe ter chance de ser campeão mundial no Brasil. Seria realmente um sonho poder levantar a bandeira do nosso País no alto do pódio, assim como meu ídolo Ayrton Senna fazia nas corridas.

Em 2019, eu também conquistei bons resultados em várias competições europeias, então estou bem confiante para essa parte final da minha primeira temporada completa no Velho Continente. No Europeu de Kart, eu competi nas quatro etapas do ano e terminei cinco corridas no top-5. Foram duas etapas na França, uma na Bélgica e uma na Suécia.

Agora, meu próximo desafio será no WSK Open Cup em Lonato, na Itália. Estou treinando bastante para esse que também é um dos principais torneios do kartismo internacional. Eu amadureci e ganhei muita experiência em 2019, então o meu objetivo é seguir lutando por vitórias nos próximos campeonatos.

O nível das competições é bem alto na Europa e tenho certeza de que ainda vou evoluir ainda mais. Agradeço todos da minha família e também da minha equipe pelo trabalho que temos feito para ser competitivos no Mundial de Kart. Seguirei focado e buscando mais conquistas aqui na Europa.

Matheus Ferreira é campeão paulista e vice-campeão brasileiro de kart*