GP3 Paul Ricard: Boccolacci bate Hubert e vence em casa

O piloto Dorian Boccolacci venceu de forma dominante em Paul Ricard dando a vitória a sua equipe MP Motorsports numa corrida frenética.

Boccolacci quase jogou fora suas chances de vencer a corrida hoje quando deixou seu carro morrer na volta de apresentação. Como ele conseguiu arrancar a tempo, retomou sua posição original no grid, na pole position.

O francês fez uma largada muito forte e conseguiu colocar dois segundos de vantagem para o segundo colocado, seu rival Anthoine Hubert.

O piloto filiado à Renault, Hubert, parecia estar conservando seus pneus mas começou a se aproximar de Boccolacci na metade da prova.

Mas um erro quando ele escapou na curva doze custou uma perda de tempo considerável.

Boccolacci então conseguiu fazer a volta mais rápida abrindo três segundos de vantagem para Hubert.

Hubert ainda conseguiu diminuir a diferença tirando um segundo, mas isso não foi suficiente para derrotar Boccolacci que venceu sua segunda corrida na GP3.

Hubert pelo menos conseguiu marcar a volta mais rápida conseguindo mais dois pontos.

O vencedor da corrida de Barcelona, Nikita Mazepin, ficou em terceiro superando o piloto da academia da Ferrari Giuliano Alesi.

Niko Kari e Leonardo Pulcini travaram a batalha mais excitante durante a corrida, desde a largada, trocando diversas vezes de posição em locais que não são comuns ultrapassagens.

Kari superou Pulcini na batalha pelos top cinco em um dia forte para a MP Motorsports.

Atrás de Pulcini, chegou Alessio Lorandi em sétimo e o novato Pedro Piquet em oitavo, o que lhe garantiu a pole position no grid invertido da segunda corrida.

O filho do tri-campeão Nelson Piquet travou uma dura batalha com outros quatro carros na penúltima volta da corrida.

Joey Mawson passou quase toda a prova se defendendo de forma admirável dos ataques de Callum Ilott e de Jake Hughes.

Ilott tentou em todas as curvas superar o australiano Mawson mas acabou não conseguindo superá-lo.

Hughes ainda se envolveu num contato na última curva da última volta com Juan Manoel Correa, que cruzou a linha de chegada na frente de Hughes em décimo primeiro.

 

1) Dorian Boccolacci (MP Motorsport)
2) Anthoine Hubert (ART Grand Prix)
3) Nikita Mazepin (ART Grand Prix)
4) Giuliano Alesi (Trident)
5) Niko Kari (MP Motorsport)
6) Leonardo Pulcini (Campos Racing)
7) Alessio Lorandi (Trident)
8) Pedro Piquet (Trident)
9) Joey Mawson (Arden International)
10) Callum Ilott (ART Grand Prix)
11) Juan Manuel Correa (Jenzer Motorsport)
12) Jake Hughes (ART Grand Prix)
13) Ryan Tveter (Trident)
14) Christian Lundgaard (MP Motorsport)
15) Simo Laaksonen (Campos Racing)
16) Diego Menchaca (Campos Racing)
17) Gabriel Aubry (Arden International)
18) Julien Falchero (Arden International)
19) Tatiana Calderon (Jenzer Motorsport)
20) David Beckmann (Jenzer Motorsport)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *