Santino Ferrucci emite pedido de desculpas pelas ações em Silverstone

Santino Ferrucci, piloto da equipe Trident de Fórmula 2 e piloto júnior da Haas, emitiu um pedido de desculpas após um fim de semana difícil em que o americano recebeu uma punição muito severa no GP da Inglaterra do último domingo

Ferrucci colidiu com seu companheiro de equipe, Arjun Maini, durante a corrida de domingo e novamente na volta para os boxes depois do término da prova, a segunda colisão sendo claramente de propósito. Esse comportamento rendeu ao piloto americano um banimento das duas próximas etapas do Mundial de F2, as quatro corridas seguintes, em Budapeste e Spa.

Como agravante para a punição, Ferrucci também não compareceu à uma reunião cujo foi convocado após a corrida pelos comissários da prova.

Em uma declaração emitida na segunda-feira (09), o americano diz que nunca teve a intenção de atingir o companheiro de equipe, e pediu desculpas para sua equipe e para a Haas.

“Gostaria de mandar minhas sinceras desculpas por minhas ações na corrida de F2 da FIA em Silverstone no domingo. Eu usei um julgamento muito pobre na conclusão da corrida ao me aproximar tanto do meu companheiro de equipe Arjun e fazer contato com seu pneu, felizmente não causando danos a seu carro”.

“Não havia intenção, planejamento ou qualquer tipo de retaliação nas minhas ações, apenas raiva e frustração por esse ano que tem sido horrível. Não tenho desculpas se não minha idade de 20 anos e natureza Italiana Americana com uma paixão profunda por automobilismo, que é um esporte muito emocional”.

“Percebi que envergonhei muitas pessoas e eu peço desculpas aos meus patrocinadores, Trident, os outros pilotos, Haas F1, FIA, FIA F2, meus fãs, meus amigos e minha família”.

“Também gostaria de pedir desculpas aos comissários da FIA por não poder comparecer à reunião pós corrida. Fui sorteado para o teste antidoping, como outros pilotos, e isso atrasou minha volta do paddock em uma hora. Na volta, tive que me arrumar rápido e partir para o aeroporto, onde iria pegar um avião para os EUA, por causa de um problema médico delicado de família”.

“Fui notificado da reunião dos comissários quando estava indo embora e mandei um e-mail para meu empresário para que fosse encaminhado aos comissários com minhas explicações”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *