Nyck De Vries vence a corrida de sábado na França

Nyck De Vries, da ART, conseguiu a vitória na corrida francesa da Fórmula 2 depois de uma largada incrível.

O holandês fez uma excelente largada, saindo do quarto lugar no grid, assumindo a liderança da corrida ao ultrapassar seus concorrentes por fora na 1ª curva.

De Vries carregou um ritmo implacável ao longo da corrida, apesar das inúmeras aparições do Virtual Safety Car e até mesmo uma bandeira vermelha na volta 31 da corrida.

O momento mais difícil, foi quando De Vries perdeu a liderança para Jack Aitken, da Campos Racing, na 9ª volta, quando fez o pit stop obrigatório, mas a dupla correu forte e limpo, e o holandês rapidamente recuperou a liderança na Nord Chicane.

O piloto de ART até estabeleceu a volta mais rápida da corrida na última volta, por mais de um segundo, mostrando o quanto ele tinha de reserva.

Sergio Sette Camara lutou com Aitken nos últimos momentos da corrida, e conseguiu o segundo lugar sobre o piloto britânico, depois de perder para ele na primeira volta, Aitken teve que se contentar com o último lugar no pódio.

Guanyu Zhou foi incapaz de manter o ritmo com o trio principal, apesar de ter começado na primeira linha, o piloto chinês trouxe para casa o seu UNI-Virtuosi em quarto lugar.

O segundo DAMS de Nicholas Latifi, lutou duramente com Jordan King da MP Motorsport no final da corrida. A dupla terminou em quinto e sexto lugar respectivamente.

Juan Manuel Correa cruzou a linha em sétimo à frente do BWT Arden de Anthoine Hubert, que arrebatou o oitavo lugar de Noboharu Matsushita da Carlin na última volta, o que significa que o francês começará a corrida de domingo na pole position.

Matsushita e Giuliano Alesi da Trident completaram o top ten.

A corrida teve um carro de segurança virtual que se transformou em uma bandeira vermelha na segunda volta, depois que Sean Gelael, da Prema, bateu na traseira do companheiro de equipe, Mick Schumacher ainda na primeira volta, causando grandes estragos em ambos os carros.

Schumacher tentou trazer seu carro de volta com a traseira direita danificada, que estava causando danos ao piso do carro e sujando a pista com detritos. O carro de Gelael ficou parado na curva 3. Nikita Mazepin e Ralph Boschung também colidiram na volta de abertura na curva 6, terminando a corrida de ambos. Na terceira volta, Dorian Boccolacci da Campos parou na curva 13, o que forçou o controle da corrida a lançar a bandeira vermelha.

Callum Ilott, da Charouz, foi o próximo piloto a abandonar a corrida depois de colidir com Matsushita na 14ª volta na L’Beausset, enquanto tentava fazer uma ultrapassagem por dentro do piloto japonês. A dupla se tocou brevemente na curva, Signes.

Luca Ghiotto liderou brevemente depois de tentar uma estratégia alternativa, começando no pneu duro, no entanto, uma vez que ele mudou para os pneus macios, ele foi incapaz de voltar ao ritmo e abandonou a corrida depois de colidir com Correa na curva 6.

A corrida Sprint de domingo terá início às 11h25, horário local.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Análise: Vettel CULPADO ou INOCENTE no GP do Canadá? partc. Sérgio Milani. Veja abaixo:

 

ePRIX DE BERLIM | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 10ª etapa:

 

Lucas di Grassi comenta VITÓRIA no ePrix de Berlim 2019 – Fórmula E:

 

STOCK CAR 2019 | Goiânia | MELHORES MOMENTOS (4ª e 5ª etapa):

 

WILSINHO FITTIPALDI e seu “ADEUS” para NIKI LAUDA:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: