“Sinais positivos” apresentados por Sophia Floersch após cirurgia bem-sucedida em Macau

Sophia Floersch, da Van Amersfoort Racing, foi submetida a uma cirurgia bem-sucedida em sua coluna depois da fratura sofrida no impressionante acidente do Grande Prêmio de Macau.

Durante a corrida de Fórmula 3 da FIA nas ruas de Macau, Floersch foi levada ao hospital após decolar com seu carro e atingir as barreiras. Ela foi diagnosticada com uma fratura na coluna vertebral, com outros feridos sem mais gravidade.

Floersch passou por uma cirurgia nesta segunda-feira no Hospital Geral Conde São Januário, em Macau, que se estendeu por mais de nova horas com os médicos realizando o procedimento lentamente, tomando o máximo de cuidado. Uma atualização da equipe VAR nesta terça-feira disse que a cirurgia foi um sucesso e ela já mostra sinais positivos.

“Antes de mais nada, gostaríamos de agradecer sinceramente todas as mensagens de apoio que recebemos desde o terrível acidente de Sophia em Macau, no último domingo.

“Como já se espalhou no noticiário, Sophia saiu de sua cirurgia ontem (segunda-feira, 19). Uma equipe de especialistas precisou de mais de nove horas para reparar sua vértebra fraturada e remover uma lasca de osso, que estava perigosamente perto de sua medula espinhal.

“O monitoramento dos nervos mostra que suas funções vitais nervosas reagem bem, portanto, os sinais iniciais dão uma perspectiva positiva em relação à sua recuperação”, termina o comunicado da equipe publicado no Facebook.

Também foi confirmado que o piloto da TOM, Sho Tsuboi, e o fotógrafo Hiroyuki Minami, foram liberado do hospital na noite de domingo. Espera-se que o fotógrafo chinês Chan Weng Wang, que teve o fígado atingido, permaneça no hospital por mais 10 dias. O comissário de prova Chan Cha sofreu cortes na face e teve a mandíbula quebrada, mas deve ter alta em três ou quatro dias.

O chefe da equipe, Frits van Amersfoort, ficou aliviado ao ver Floersch sobreviver ao acidente. “Tenho certeza de que Sophia, depois de algum tempo, voltará a correr”, disse ele à ‘BBC’.

“Isso (paralisia) era o principal medo. É por isso que a operação teve que ser feita muito rapidamente (na segunda-feira) porque havia um perigo que algo poderia ser danificado.”

Também em seu Facebook, Sophia comentou a operação bem-sucedida, agradeceu aos fãs e deixou uma mensagem – “eu vou voltar”, disse ela.

“Eu sobrevivi a operação que durou 11 horas bem. Espero que a partir de agora só fique melhor. Eu tenho que ficar mais alguns dias em Macau até que eu possa ser transportada.

“Quero agradecer a todos os meus fãs por toda positividade, que agora começo a ler. Isso realmente me motiva e me dá coragem. Meus pensamentos também estão com todos que estiveram envolvidos no acidente. Espero que todos estejam saudáveis.

“No acidente as pessoas foram muito legais, que eu ainda tenho em mente. Obrigado por todas as palavras encorajadoras e calmantes nestes minutos difíceis dentro do carro.

“Um grande obrigado à equipe médica aqui em Macau pelo tratamento amigável e profissional. Um grande obrigado à equipe de salvamento local da FIA, à Mercedes AMG Petronas Motorsport, à HWA AG, à FIA e sua equipe médica e à Organização de Macau, que me apoiaram da melhor forma.

“Também um agradecimento especial ao Dr. Riccardo Ceccarelli e por último, não menos importante, ao meu time Van Amersfoort Racing, Facu e Ferdinand, que sofreram comigo – vocês foram fenomenais. Eu vou voltar! Dallara fez um chassi muito bom”, termina a mensagem de Sophia em seu Facebook.

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira:

 

Stock Car no Salão do Automóvel: 40 anos de história e revolução. Confira o teaser:

 

Últimos dias do Salão do Automóvel em São Paulo. Veja algumas atrações: