Em equipe composta apenas por mulheres, Bia Figueiredo é a mais rápida em Daytona

A piloto Bia Figueiredo está em Daytona, Estados Unidos, para competir, pela primeira vez, no Rolex 24 Hours At Daytona, campeonato da Associação Internacional de Esportes Automobilísticos (IMSA). Na atividade realizada neste sábado (5), a brasileira – que integra a equipe Heinricher Meyer Shank Racing, composta apenas por mulheres -, entrou na pista e garantiu o primeiro lugar ao conduzir o Acura NSX GT3, com o tempo de 1min45s537.

“Lideramos a simulação de classificação e isso mostra a força do nosso time. O carro está bom, mas ainda é cedo para dizer o quão rápido estaremos na classificação que decide o grid. Os tempos foram muito próximos e os carros ainda irão melhorar. Mas não podemos negar que foi um ótimo começo”, comenta Bia. Com a liderança na classificação deste sábado, a equipe formada pela americana Jackie Heinricher, pela suíça Simona de Silvestro, pela inglesa Ketherine Legge e pela dinamarquesa Christina Nielsen ganhou a prioridade na escolha do box que será usado na corrida, marcada para os dias 26 e 27 de janeiro.

“Além do bom momento dentro das pistas, Bia Figueiredo também destaca o clima de apoio fora das pistas. “Eu sempre sonhei em correr em Daytona, mas nunca imaginei que seria em uma equipe com somente pilotos mulheres. O lado positivo é que elas são as melhores que existem e estamos muito confiantes para brigar pelo pódio. As meninas são incríveis, focadas e determinadas”, comemora.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Caso desista da F1, Red Bull pensa em Le Mans como opção”:

 

“Schumacher não respira com ajuda de aparelhos”, diz jornal britânico:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E na Arábia Saudita:

 

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

 

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?