Vinales supera Marquez para vencer a corrida da MotoGP em Sepang

Maverick Vinales fez uma corrida impecável para vencer na Malásia, superando Marc Marques – campeão 2019 da MotoGP – em Sepang.

O piloto espanhol conquistou a primeira vitória da Yamaha desde Assen, assumindo a liderança na primeira volta ao passar por Jack Miller na curva 9, antes de abrir uma boa vantagem para os rivais imprimindo um ritmo alucinante.

Marquez, que largou na P11 após sua queda na qualificação, fez uma largada impressionante e já estava entre os três primeiros antes do final da primeira volta.

Mas Marquez permaneceu algumas voltas atrás de Miller, que acabou custando caro para o piloto da Repsol Honda, com Vinales abrindo uma vantagem valiosa de um segundo na frente quando Marquez assumiu a P2 na volta 3, com uma manobra inteligente sobre Miller na curva 14.

Tentando se aproximar do piloto da Monster Yamaha, Marquez simplesmente não tinha ritmo suficiente para competir com Vinales, e viu a diferença aumentar à medida que a corrida avançava.

Vinales reivindicou uma vitória dominante para se colocara em terceira na classificação de pilotos da MotoGP, com apenas uma etapa para o fim da temporada.

O segundo lugar de Marquez mantém seu impressionante recorde de terminar entre os dois primeiros em todas as etapas deste ano, exceto no Circuito das Américas.

Andrea Dovizioso resistiu aos ataques de Valentino Rossi e Alex Rins ao longo da corrida para completar o pódio para a Ducati, com a seca de pódio do nove vezes campeão do mundo continuando apesar da boa performance para terminar na quarta posição.

Com Rins em quinto lugar para a Suzuki, a dupla da Petronas Yamaha terminou bem abaixo do esperado.

Fabio Quartararo e Franco Morbidelli lideraram todas as sessões de treinos antes da estreia em casa de sua equipe na categoria rainha, mas a dupla satélite da Yamaha não conseguiu reproduzir o mesmo ritmo durante a corrida.

Morbidelli ficou em sexto lugar à frente do companheiro de equipe Quartararo, que estava visivelmente frustrado no final da corrida.

Miller terminou na oitava posição para a Pramac Ducati, enquanto Johann Zarco foi eliminado por Joan Mir, que custou para a Suzuki uma penalidade, permitindo que o australiano escapasse nas últimas três voltas.

Danilo Petrucci também lucrou terminando na P9 à frente de Mir, com Pol Espargaró, da Red Bull KTM, se recuperando para terminar em 11º.

Francesco Bagnaia não conseguiu repetir o ritmo de Phillip Island em 12º lugar, mas à frente de Aleix Espargaro, da Aprilia, enquanto Jorge Lorenzo voltou aos pontos para a Repsol Honda na P14.

Mika Kallio terminou na P15 na segunda Red Bull KTM, à frente do piloto da casa Hafizh Syahrin, da Tech3 KTM e Karel Abraham da Avintia Ducati.

Cal Crutchlow (LCR Honda) e Andrea Iannone (Aprilia) caíram durante a corrida, enquanto Miguel Oliveira (Tech3 KTM) e Tito Rabat (Avintia Ducati) perderam a corrida em Sepang devido a lesões.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

 

FELIPE MASSA disputa corrida de karts elétricos em SÃO PAULO | FÓRMULA E:

 

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

 

12º no geral, Felipe Massa comenta os testes da pré-temporada FÓRMULA E 2019/2020 realizado em Valência:

 

Lucas Di Grassi comenta os testes da pré-temporada 2019/2020 da Fórmula E

 

EXTREME E revela área da Amazônia, no Brasil, onde acontecerá etapa da categoria:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE ENDURANCE SERIES |300 KM DE GOI NIA | MELHORES MOMENTOS: