Valentino Rossi perdeu “grande oportunidade” de conquistar 90ª vitória da carreira no COTA

Valentino Rossi recebeu a quadriculada 0,462s atrás de Alex Rins este domingo no Circuito das Américas. O italiano herdou a liderança depois que Marc Marquez cometeu um erro e caiu na volta 9 e permaneceu na frente até quatro voltas para o fim da corrida.

Foi nesse momento que Rins finalmente mergulhou e assumiu a liderança, com o italiano perdendo um certo tento tentando revidar rapidamente e travando a roda traseira.

“O Doutor” acelerou forte, na caça do piloto da Suzuki, mas não conseguiu reassumir a liderança para terminar na frente do que seria sua 90ª vitória da carreira.

“É um sentimento confuso”, disse Rossi, cuja vitória mais recente foi em Assen, em 2017. “De um lado, sinto muito, porque faz muito tempo que não venço e hoje foi uma grande oportunidade.

“Mas do outro lado, estou feliz porque foi uma boa corrida. Estive forte também no fim de semana e também no último final de semana na Argentina. Esses 20 pontos são muito importantes para o campeonato, que está aberto, por isso foi ainda mais positivo do que negativo.

“Eu tentei ficar perto de Marc (na largada) porque eu acho que ele tentaria escapar. Eu tentei andar bem, ficar perto dele, mas ele era um pouco mais rápido do que eu. Mas de qualquer maneira, eu me sentia confortável e estava bem.

“Depois, quando Marquez caiu, fiquei um pouco surpreso sinceramente e acho que era uma boa oportunidade (para vencer).

“Foi uma boa corrida porque estávamos rápidos. Meu problema é que Rins no final foi mais rápido. Ele anda muito bem. Ele é bom nas freadas.

“Penso que, se fizer tudo de forma perfeita, podia atacá-lo novamente na última volta, mas infelizmente cometi dois erros nas frenagens e fiquei em desvantagem. Mas, de qualquer forma, continua sendo uma boa corrida”.

O erro de Marquez significa que Rossi está agora em segundo no Campeonato do Mundo e apenas a três pontos do novo líder, Andrea Dovizioso, da Ducati.

“O campeonato é muito interessante, especialmente após o erro de Márquez”, disse Rossi. “Você tem quatro pilotos diferentes e quatro motos diferentes em nove pontos.

“Agora voltamos para a Europa. Adoro correr na Europa com certeza porque conheço muito bem todas as pistas.

“Jerez é muito difícil. No passado, em ’17 e ’18 foi um desastre para nós, para a Yamaha. Estávamos lentos. Então, será muito interessante ver se este ano podemos ser mais competitivos também lá.”

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Chegou o GP 1000 da Fórmula 1:

 

ePRIX DE ROMA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 7ª etapa

 

ePRIX DE ROMA – Lucas di Grassi fala sobre sua corrida e os bons pontos somados no Mundial

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: