Testes da MotoGP em Jerez: Maverick Vinales lidera primeiro dia para a Yamaha

Maverick Vinales liderou o Dia 1 de testes da MotoGP em Jerez por uma boa margem nesta segunda-feira, com o espanhol terminando a sessão mais de sete décimos à frente do rival mais próximo, Fabio Quartarato. Joan Mir ficou em terceiro, à frente do seu companheiro de equipe na Suzuki Alex Rins. O dia foi marcado por pela garoa e bandeiras vermelhas, embora a maioria dos pilotos tenha conseguido completar cerca de 50 voltas.

A Yamaha já liderou os três dias de “2020” até agora, uma vez com Quartararo e duas vezes com Vinales. Em Jerez, ambos completaram 68 voltas, com Franco Morbidelli na quinta posição, adicionando mais 75 voltas. Valentino Rossi, enquanto isso, fez 64 voltas e ficou em 14º. Ele e se companheiro de equipe Vinales tinha uma Yamaha “nova” e uma “velha” nos boxes para comparação, com a moto 2020 de Rossi equipe com o braço oscilante de carbono, mas Vinales, sem o braço de carbono, seguiu seus trabalhos no motor.

Enquanto isso, na Suzuki, o trabalho seguiu focado no novo motor. Mir era o terceiro na tabela de tempos após 56 voltas, com Rins completando 69 na P4. O piloto de testes Sylvain Guintoli completou 63 voltas para terminar o dia na P16.

A Honda terminou em sexto lugar com o atual campeão Marc Marquez, apesar de um acidente na curva 13. Apesar de lento, Marquez lesionou o ombro e foi levado ao centro médico, mas voltou à pista depois. Ele tinha três motos na garagem. Enquanto Marquez se concentrava em comparações com a moto de 2020, Cal Crutchlow (LCR Honda) testou as motos de 2019 nesta segunda-feira. Ele ficou apenas 0,026s atrás de Marquez e completou 66 voltas.

Enquanto isso, o estreante Alex Marquez (Repsol Honda Team) já estava com as cores da HRC e Repsol, e ele parece ter avançado. O #73 ficou em 17º e fez 70 voltas.

A KTM foi a quarta fabricante mais rápida com Pol Espargaro (Red Bull KTM), atrás de Marquez e Crutchlow na tabela de tempos. Seu companheiro de equipe Brad Binder completou 67 voltas. O novato da Red Bull KTM Tech 3, Iker Lecuona, sofreu um acidente forte nesta segunda-feira, mas o piloto passa bem.

O melhor da Ducati foi Danilo Petrucci, liderando seu companheiro de equipe Andrea Dovizioso, P9 e P10, respectivamente. O primeiro fez 48 voltas e o último 45. Jack Miller (Pramac Ducati) ficou apenas 0,018s de Dovi no 11º lugar. O piloto de testes Michele Pirro teve um problema técnico e isso causou uma bandeira vermelha.

A Aprilia Racing Team Gresini foi 12ª e 13ª, e nada de grande foi visto na fabricante de Noale, embora Aleix Espargaro e Andrea Iannone testaram o braço oscilante de carbono. Espargaro completou 53 voltas a Iannone 49. O piloto de teste Bradley Smith completou 67 voltas.

 

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BQtadYchtfv68j9KFJoV3M

 

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – STOCK CAR 2019 | GOI NIA – 11ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1):

 

STOCK CAR 2019 | GOI NIA – 11ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 2):

 

FÓRMULA E | EL-DIRIYAH – CORRIDA 2 | MELHORES MOMENTOS:

 

FÓRMULA E | EL-DIRIYAH – CORRIDA 1 | MELHORES MOMENTOS:

 

Victor Berto comenta o domingo de GP do Brasil de Fórmula 1 2019:

 

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA: