Pré-temporada da MotoGP: Petrucci lidera pela Ducati primeiro dia dos testes em Jerez

Danilo Petrucci, da Ducati Team, liderou as tabelas de tempos no primeiro dia de testes da MotoGP em Jerez, após definir o tempo de 1:37.968s à tarde, com o companheiro de equipe Andrea Dovizioso – o italiano acabou o dia caindo na curva 5 no final da sessão – por 0,217s, com Takaaki Nakagami (LCR Honda) terminando na P3 – com apenas 0,380s separando os três primeiros.

Uma manhã fria no sul da Espanha fez com que a pista não fosse utilizada pela manhã, mas as condições melhoraram à tarde, com os pilotos da classe rainha continuassem seus preparativos para a temporada de 2019. Na metade da sessão, Jorge Lorenzo, da Honda, liderava o grid, mas os tempos começaram a cair rapidamente.

Na Ducati, Petrucci completou 53 voltas na quarta-feira para ser o único piloto a entrar abaixo dos “1:38s”. Tanto ele como Dovizioso tinham uma moto com especificações de 2018 e 2019 para compararem no dia de abertura dos testes em Jerez, mas segundo com o chefe da equipe Davide Tardozi, ambos os pilotos trocaram para a Desmosedici 2019 logo no início.

Em seu último stint Dovizioso caiu na curva 5 para terminar o dia prematuramente, apesar de estar bem e ter conseguido 53 voltas a medida que ele e a Ducati se mantinham focados na parte eletrônica, chassi e motor. O regresso de Álvaro Bautista – o espanhol substitui o piloto de testes lesionado Michele Pirro – tinha uma especificação completa de 2019 à sua disposição, com o piloto da Aruba.it Ducati no Mundial de SBK terminando o dia em nono na tabela de tempos. Logo à sua frente estava Jack Miller (Alma Pramac Racing) na P8, o australiano dividiu seu programa entre a moto de 2018 e a Desmosedici 2019.

O companheiro de equipe de Miller Francesco Bagnaia teve um bom primeiro dia e terminou como o 14º mais rápido. O atual campeão da Moto2 teve a Ducati 2018 à sua disposição e completou 51 voltas, terminando 1,189s atrás de Petrucci. Bagnaia descreveu Jerez como uma pista “mais complicada” do que Valência para pilotar uma moto da categoria principal, mas também confirmou que está progredindo em sua adaptação.

Para a Honda, Nakagami foi o principal nome no Dia 1, continuando seu início impressionante na pré-temporada de 2019. O piloto japonês completou 66 voltas a bordo de uma RC213V 2018, a mesma que seu companheiro de equipe Cal Crutchlow (LCR Honda) usava na temporada passada.

O atual campeão mundial, Marc Marquez, não ficou muito atrás. Como a segunda Honda mais rápida no primeiro dia de atividades, o espanhol terminou a quarta-feira na P5. De acordo com o chefe da equipe Alberto Puig, as motos eram as mesmas de Valência, enquanto a fabricante japonesa continua a misturar peças para encontrar a melhor combinação para levar ao Japão.

Marquez terminou o dia 0,549s atrás do líder Petrucci depois de completar 50 voltas, enquanto também testava um novo pacote aerodinâmico na dianteira de sua Honda.

O novo companheiro de equipe Jorge Lorenzo, que liderou pela manhã, foi o sétimo mais rápido em seu terceiro dia pilotando uma Honda. O espanhol marcou o tempo mais rápido de 1:38.749s para terminar 0,781s atrás de Petrucci, depois de completar 56 voltas. Lorenzo ainda não está 100% apto fisicamente, somando-se ao desafio de adaptação vindo da Ducati.

A Yamaha continuou trabalhando no motor. Maverick Vinales foi uma ameaça à liderança durante todo o dia e fez 58 voltas no primeiro dia em Jerez – com o número 12 terminando pouco mais de quatro décimos atrás do líder na P4.

Seu companheiro de equipe Valentino Rossi terminou na P17, pouco mais de um segundo atrás de Vinales, mas não usou pneus novos. Ele também sofreu um problema técnico que levou a uma paralisação, com Rossi saindo da pista depois de notar um problema em sua M1.

A Petronas Yamaha SRT, por sua vez, teve outro dia sólido. Franco Morbidelli foi o sexto na geral depois de 70 voltas com o melhor tempo de 1:38.659s, e o novato companheiro de equipe Fabio Quartararo terminando o dia na P10.

 

Confira os tempos do primeiro dia do teste da pré-temporada 2019 da MotoGP em Jerez, Espanha:

1) Danilo Petrucci (Ducati) 1m37.968s
2) Andrea Dovizioso (Ducati) 1m38.185s
3) Takaaki Nakagami (LCR Honda) 1m38.348s
4) Maverick Vinales (Yamaha) 1m38.376s
5) Marc Marquez (Honda) 1m38.517s
6) Franco Morbidelli (Petronas Yamaha) 1m38.659s
7) Jorge Lorenzo (Honda) 1m38.749s
8) Jack Miller (Pramac Ducati) 1m38.816s
9) Alvaro Bautista (Ducati) 1m38.830s
10) Joan Mir (Suzuki) 1m38.956s
11) Andrea Iannone (Aprilia) 1m39.008s
12) Tito Rabat (Avintia Ducati) 1m39.097s
13) Alex Rins (Suzuki) 1m39.150s
14) Francesco Bagnaia (Pramac Ducati) 1m39.157s
15) Fabio Quartararo (Petronas Yamaha) 1m39.414s
16) Pol Espargaro (KTM) 1m39.552s
17) Valentino Rossi (Yamaha) 1m39.564s
18) Bradley Smith (Aprilia) 1m40.174s
19) Johann Zarco (KTM) 1m40.192s
20) Karel Abraham (Avintia Ducati) 1m40.438s
21) Hafizh Syahrin (Tech3 KTM) 1m40.630s
22) Sylvain Guintoli (Suzuki) 1m40.743s
23) Miguel Oliveira (Tech3 KTM) 1m41.699s
24) Matteo Baiocco (Aprilia) 1m42.766s

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira:

 

Volta Guiada da F1Mania no Circuito da Yas Marina, GP de Abu Dhabi:

 

Quem será o próximo brasileiro na F1? Veja o vídeo:

 

O “Off the Grid” é uma série de documentários que aproximam os fãs das estrelas da Fórmula E. Inscreva-se em nosso canal para ver os próximos episódios. No segundo episódio, o português Antonio Felix da Costa. Confira o vídeo: