“Parece que foi há muito tempo atrás”, diz Rossi sobre a última vitória da Yamaha

Valentino Rossi diz que parece que “passou uma vida toda” desde que a equipe de fábrica da Yamaha venceu uma corrida na MotoGP.

Rossi e seu companheiro de equipe Maverick Vinales têm, repetidamente dito que a eletrônica da Yamaha tem uma fragilidade de fábrica, e o italiano sugeriu no mês passado nos testes em Barcelona que as tentativas de resolver os problemas da aceleração eletrônica da moto, não estão funcionando.

A etapa de Assen, que está agendada para Julho, marca um ano da última vitória de Rossi e da Yamaha na MotoGP.

Expressando receio de que a Yamaha precise de mais uma temporada para recuperar sua forma, Rossi disse que ele acha que a Yamaha ainda pode vencer uma corrida em 2018, mas acrescentou que ele não espera que isso ocorra antes da “última parte do ano”.

“Tem que ser dito que eu e Maverick ganhamos alguns pontos, e alguns pódios. E ele também conseguiu um segundo lugar”, disse Rossi.

“Mas parece que foi há muito tempo atrás, desde que vencemos uma corrida”.

“As outras motos deram um grande passo adiante com a acelereção eletrônica, e nós ficamos um pouco para trás”.

“Nossas motos continuam ótimas para pilotar e estáveis nas frenagens, mas nós precisamos ver como será a segunda parte do ano”.

“Eu espero que eles trabalhem nesta direção, porque o campeonato é muito longo. Esperamos que na última parte do ano nós tenhamos potencial de vencer, mas não será fácil”.

Rossi, disse que está “muito difícil” tentar tirar pontos do líder Marc Marquez na disputa pelo título da MotoGP neste ano, como em 2014.

“Isso me lembra um pouco 2014, quando Marquez estava um pouco à frente de todos”, disse Rossi sobre a temporada de 2018, “mas eu estava lá naquele ano (2014) e terminei no pódio várias vezes”, finalizou ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *