Copa do Mundo de MotoE tem atualizações sobre pilotos e regulamentos

Mais detalhes sobre a Copa do Mundo FIM Enel MotoE.

A novíssima FIM Enel MotoE, será disputada em breve, com a concorrência nesta nova categoria de motociclismo pronta para começar em 2019. Este caminho combina velocidade e sustentabilidade como nunca antes, com a Energica Ego Corsa 2019, pronta para ir para a pista. As motos serão todas idênticas na Copa, fornecidas pela Energica Motor. Além disso, toda a energia armazenada nas baterias que irão alimentar as motocicletas será produzida a partir de recursos renováveis, um compromisso da Enel, patrocinadora principal da categoria.

A motocicleta:

A Energica Motor Company S.p.A. é a primeira fabricante italiana de motocicletas elétricas de alto desempenho, e a fabricante da Energica Ego Corsa na qual os pilotos da MotoE competirão.

• Capacidade da bateria em torno de 20 Kwh.

• Potência: até 120Kw (cerca de 160 Hp).

• Velocidade máxima até 270 km / h.

• Freios Brembo, suspensão Öhlins, rodas Marchesini.

Todas as motos serão idênticas, embora para algumas partes, como por exemplo as molas, as equipes possam escolher entre uma variedade de diferentes rigidez, dependendo das necessidades específicas do piloto.

As motocicletas serão mantidas juntas em uma estrutura dedicada de ePaddock, na qual cada equipe terá seu próprio box.

Os carregadores e os painéis solares:

A Enel X, a Parceira Oficial de Carregamento Inteligente da categoria, fornecerá uma solução de carregamento móvel, a JuiceRoll, composta de uma Unidade Semi-Móvel e uma Unidade Móvel por motocicleta.

• A Unidade Semi-Móvel será colocada no ePaddock, e será usada para recarregar as baterias da motocicleta entre as sessões.

• A Unidade Móvel seguirá as motos até o grid e será usada para recarregar a bateria da motocicleta e energizar as coberturas dos pneus.

Os Painéis Solares serão acoplados aos Smart Meters, que são equipamentos de medição para rastrear constantemente o uso de energia elétrica do evento.

A Enel fornecerá um sistema de distribuição que conectará o JuiceRolls e as cargas auxiliares do paddock de MotoE à rede, integrando Painéis Solares. O resultado é a eletrificação completa do evento Moto E, do grid até a motocicleta.

Equipes e pilotos:

O grid será composto por 18 pilotos, incluindo a presença da piloto, Maria Herrera. Dividos em 12 equipes diferentes.

Haverá dez nacionalidades alinhando no grid da MotoE, da Austrália ao Brasil, incluindo muitos países europeus. Quatro antigos pilotos de MotoGP, incluindo Sete Gibernau (bicampeonato de MotoGP), o antigo Campeão do Mundo de FIM Moto3, Nico Terol (2011) da Espanha, o Campeão do Mundo de Mike di Meglio (2008) da França, dois Campeões do Mundo de FIM Endurance como Josh Hook ( 2017) e Kenny Foray (2014), e um antigo Campeão da Europa de Moto2, Eric Granado do Brasil.

Haverá um máximo de duas pessoas autorizadas a trabalhar na motocicleta, além do piloto.

Calendário:

A MotoE irá correr ao lado da MotoGP, em cinco eventos europeus em 2019, como já confirmado:

• Jerez – 5 de maio

• Le Mans – 19 de maio

• Sachsenring – 7 de julho

• Áustria – 11 de agosto

• Misano – 15 de setembro (evento de duas corridas)

As corridas durarão aproximadamente 15 minutos e o horário do fim de semana será o seguinte:

• Sessões TL1 e TL2 na sexta-feira.

• Sessão de Qualificação no Sábado.

• A corrida terá lugar no domingo, antes da corrida de Moto3.

• O último evento da temporada em Misano terá uma corrida no sábado e uma corrida no domingo.

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira: