Depois de “apertão” no freio do rival, Fenati tem licença cassada e não poderá mais correr em 2018

Romano Fenati foi banido das corridas de motos até o final da temporada de 2018 pelo órgão regulador do esporte, a FIM.

O piloto da Marinelli Sports na Moto2, Fenati, foi desqualificado e recebeu uma proibição de duas corridas depois de ter apertado o freio de Stefano Manzi durante a corrida de Misano deste mês, após uma intensa disputa entre os dois.

Fernati foi condenado pela sua atitude, tanto no paddock da MotoGP quanto fora dele, com alguns questionando a decisão dos comissários de apenas proibi-lo de duas corridas.

Ele foi convocado para a sede da FIM na Suíça no dia 18 de setembro, depois do incidente em Misano, para explicar o que os membros da comissão pontuaram como um ato “chocante”.

Nesta sexta-feira, a FIM divulgou mais uma declaração confirmando que Fenati teve sua licença cassada até o final do ano.

“Durante a reunião, os representantes da FIM enfatizaram a profunda preocupação da Federação pela segurança de todos os pilotos e outros participantes em competições de motociclismo.

“Eles também destacaram a importância em atribui o ‘fair play’ no esporte.

“Embora reconhecendo que os pilotos, e em particular aqueles que atingem o mais alto nível no esporte, estão sujeitos a muitas pressões dentro e fora das pistas, eles lembraram Fenati da profunda influência que os atletas de alto nível podem causar nos fãs e jovens e pediu-lhe para estar consciente de sua responsabilidade de dar um exemplo positivo no futuro.

“Após a conversa com o piloto e seu representante, a FIM decidiu retirar a licença do Sr. Fenati até o final do calendário anual.

“Uma nova licença FIM para a temporada 2019 pode ser concedida a ele, sujeitas às condições estabelecidas nos regulamentos da FIM.”