Marquez em busca de melhorias na dianteira para a moto 2019

Marc Marquez disse que a parte da sua moto Honda 2019, que ele quer ver melhorada é a dianteira, já que com isso, ele conseguirá ampliar sua escolha de pneus dianteiros para as corridas na próxima temporada.

O atual campeão mundial, Marquez, juntamente com Cal Crutchlow, piloto da LCR apoiado pela HRC, são forçados a utilizar o mais duro dos pneus dianteiros nas corridas, devido ao seu agressivo estilo de frenagem.

Ambos usam isso como uma maneira de recuperar o tempo perdido nas curvas, devido ao motor agressivo da Honda, embora este tenha sido um problema menor este ano graças a um motor mais suave.

Falando após o primeiro dia de testes em Valência, Marquez disse que a “parte da frente” da moto é a área da moto 2019, que ele quer ver melhorada em relação a de 2018, mas admite que isso será “difícil”.

“Claro, estamos tentando melhorar, todos os pilotos, se você perguntar a eles, se você pode ter mais torque, é melhor porque na reta é o tempo livre”, disse ele.

“Mas agora, especialmente, estamos trabalhando na especificação do motor, mas também estamos tentando entender a parte dianteira da moto com o pneu dianteiro, porque precisamos usar o tempo todo os pneus duros e tentar mudar esse estilo.

“Mas será difícil, porque é uma moto crítica, mas estamos vencendo. Então, precisamos mudar, mas passo a passo, para não perder o caminho”.

Na quarta-feira, uma atualização de chassis foi testada para que Marquez pudesse utilizar o pneu dianteiro de opção média.

Marquez também testou um novo amortecedor de direção durante o teste de Valência, ficando em terceiro na tabela de tempos.

O espanhol disse que seu sentimento na moto de 2019 foi bom, um pouco melhor do que com a RC183V em suas primeiras voltas, mas não tinha certeza se o novo amortecedor contribuiu para isso.

“Sim, estamos trabalhando nisso”, ele respondeu quando perguntado sobre o amortecedor.

“Algumas coisas, não é apenas uma mudança, estamos trabalhando em muitas coisas. Então, são algumas coisas diferentes, mas a primeira sensação quando saí para a pista, foi o mesmo nível ou até mesmo um pouco melhor do que a moto atual”.

“Então, isso é a coisa mais importante, mas não posso dizer se é o amortecedor de direção ou qualquer outra coisa”, finalizou Marquez.