Marquez conquista pole em Austin, com Andrea Dovizioso apenas em 13º

Marc Marquez alcançou a sua sétima pole consecutiva no Grande Prêmio do Circuito das Américas, enquanto Andrea Dovizioso não conseguiu sair do Q1.

Marquez, da Honda, disparou um inatacável 2:03.787s no início do Q2 para bater Valentino Rossi por 0.273s, na luta pela pole, com Dovizioso terminando em 13º, após o companheiro de equipe da Ducati, Danilo Petrucci, ter eliminado-o do Q1.

Enquanto isso, Jorge Lorenzo, foi forçado a abandonar sua primeira moto, depois que a corrente quebrou na última curva.

Rossi foi o adversário mais próximo de Marquez no final do primeiro treino, colocando a sua Yamaha a sete décimos do espanhol, com Jack Miller, da Pramac, completando a primeira linha provisória.

Marquez teve uma grande oscilação na reta na primeira volta de sua segunda tentativa e teve que abortar a volta, enquanto Rossi reduziu sua vantagem para menos de três décimos.

Uma tentativa final começou bem para Marquez, mas a volta acabou não sendo como ele queria. No entanto, sua segunda pole da temporada não foi ameaçada.

Rossi ficou em segundo lugar, com Cal Crutchlow, da LCR, subindo para terceiro com 2: 04.147s, empurrando Miller de volta à liderança da segunda fila.

Pol Espargaró garantiu a melhor posição na carreira para si e para a KTM, perdendo a primeira linha por apenas três décimos, e vencendo o piloto mais rápido de sexta-feira, Maverick Vinales, da Yamaha.

Alex Rins bateu Petrucci pelo sétimo lugar no único time de fábrica da Ducati no Q2, com a dupla da Sepang Racing, Fabio Quartararo e Franco Morbidelli completando o top 10.

Lorenzo conseguiu voltar depois de seu problema técnico, mas teve que completar sua última tentativa com pneus usados e não pôde mais do que bater Francesco Bagnaia da Pramac, que caiu duas vezes, para o 11º.

Dovizioso foi apenas 11º no final da sessão de sexta-feira, e o FP3 cancelado significou que ele enfrentou o Q1 pela primeira vez nesta temporada.

Depois de um início discreto na sua sessão de 15 minutos, Dovizioso assumiu a liderança da tabela com 2:05.907s, embora tenha sido rebaixado para segundo por Lorenzo na sua penúltima volta.

Uma outra melhoria do companheiro de equipe da Ducati, Petrucci, levou Dovizioso para o 13º lugar, que optou por não correr com um segundo pneu novo, e assegurou a sua primeira ausência no Q2 desde Jerez 2017, por apenas 0,016s.

Joan Mir vai alinhar ao lado de Dovizioso na segunda Suzuki, com Takaaki Nakagami, da LCR, completando a linha cinco, na sua Honda do ano passado.

Aleix Espargaró fez uma estreia no Q2 nos momentos finais, mas o piloto da Aprilia regressou ao 16º lugar, à frente do companheiro de equipe, Andrea Iannone e de Miguel Oliveira da Tech3.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Chegou o GP 1000 da Fórmula 1:

 

Vettel bate repetidas vezes no simulador em Xangai:

 

ePRIX DE SANYA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 6ª etapa

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: