Marc Marquez conquista pole em Brno e iguala marca de Michael Doohan

Marc Márquez conquistou a pole-position para o GP da República Tcheca, em Brno, a mais de 2,5 segundos de Jack Miller, da Pramac Ducati, numa sessão realizada em condições diversas. E, com este resultado, o espanhol da Honda iguala a marca do pentacampeão Michael Doohan, conquistando 58 poles na carreira na MotoGP.

Marquez, juntamente com vários outros pilotos, incluindo Miller, mudou para slick com apenas alguns minutos restantes na sessão, enquanto a pista secava.

O espanhol foi o mais rápido na segunda de suas voltas com slick, quebrando o tempo de Johann Zarco por um segundo com 2:04.165 para chegar ao topo da classificação, apesar da chuva começar a cair no setor final.

Marquez ainda não tinha terminado, indo ainda mais rápido na sua próxima volta, com um 2:02.753 para liderar o melhor tempo de Miller em 2.524s.

O piloto australiano parecia pronto para melhorar em sua última volta, mas caiu na última curva quando perdeu a frente de sua GP19 Ducati.

O seu tempo anterior ainda foi rápido o suficiente para segundo ao lado de Marquez, com a primeira fila sendo completada por Zarco, que assegura o melhor resultado de qualificação da KTM com o terceiro na primeira fila, tendo vindo do Q1.

A dupla da KTM, Zarco e Pol Espargaró, dominou a sessão do Q1, o francês liderando seu companheiro de equipe por apenas 0,020s com uma volta rápida em uma pista em constante evolução.

O circuito havia começado a secar no final do TL4, mas apesar de um número cada vez maior de linhas secas, os pneus de chuva era a ordem do dia para os pilotos do Q1.

A KTM ficou sob pressão de nomes como Takaaki Nakagami e Francesco Bagnaia enquanto o relógio corria, mas acabou por ficar a apenas um décimo de tirar as motos austríacas do topo da tabela de tempos, o que significa que ambas progrediram para o Q2.

Espargaró apoiou o seu companheiro de equipe no Q2, ficando em quinto no grid, logo atrás da Ducati de fábrica, Andrea Dovizioso, que conseguiu melhorar no final, apesar de não ter feito a mudança para os pneus slick para a sua última volta como Zarco e Espargaró.

Alex Rins conseguiu o sexto tempo mais rápido para a Suzuki, à frente de Valentino Rossi, em sétimo, superando seu companheiro de equipe Maverick Vinales, que só conseguiu o nono tempo, bem como Danilo Petrucci na segunda das máquinas de fábrica da Ducati, em oitavo.

Fabio Quartararo completou o top 10 para a Petronas SRT Yamaha – embora com 3,895s de atraso em relação à pole de Marquez -, à frente da Honda de Cal Crutchlow e do segundo SRT M1 de Franco Morbidelli.

Stefan Bradl, que substitui o lesionado Jorge Lorenzo neste fim de semana, vai começar em 17º, logo atrás do ‘wildcard’ Sylvain Guintoli, da Suzuki, que garantiu o 15º lugar no grid.

O GP da República Tcheca de MotoGP será disputado neste domingo a partir das 9h, horário de Brasília (GMT -3).

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

Shell Racing desembarca em Portugal para mais uma etapa da Porsche Cup:

 

Eurofarma terá quatro carros e Di Grassi na Corrida do Milhão da Stock Car:

 

Gianluca Petecof fatura mais um top5 e segue na briga pelo topo da tabela no Alemão de Fórmula 4

 

ePRIX de NOVA YORK corrida 2 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 13ª etapa:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: