Doohan afirma que questionar a habilidade de Marquez é besteira

O cinco vezes vencedor do título de 500cc, Michael Doohan, disse que é “besteira” afirmar que o também cinco vezes campeão de MotoGP, Marc Marquez, tem de vencer numa moto que não a Honda, para ser verdadeiramente considerado um grande.

Doohan venceu todas os seus cinco títulos da categoria rainha, para a equipe de fábrica da Honda entre 1994 e 1998, com Marquez igualando isso no Japão este ano, quando conquistou seu quinto título de MotoGP em seis anos.

O desempenho de Marquez repete o de Valentino Rossi, que conquistou seus primeiros cinco títulos em suas primeiras seis temporadas na categoria mais alta, apesar de ter feito isso nas máquinas Honda e Yamaha.

O status do espanhol como um verdadeiro grande, é um constante debate, com o fato de ele ter conquistado todo o seu sucesso na MotoGP com um fabricante só, um ponto de atrito para alguns.

Falando ao motogp.com, Doohan disse que Marquez ter que provar algo em máquinas rivais para realmente ser considerado um grande, é “besteira”, enquanto bate seus rivais por não aproveitarem o maquinário que eles tiveram.

Ele disse: “Isso é besteira, acreditar que Marquez tenha que se provar em outra moto”.

“Se isso está vindo de sua competição, eles já sabem o quão forte ele é na moto e fora da moto, então eles estão tentando parecer melhores”.

“Infelizmente, em qualquer período de tempo, há apenas um dos dois caras, desde que me lembro, que estavam dominando, e Marc está nessa posição no momento”.

“Acho que muitos dos seus rivais que estiveram na mesma posição, não conseguiram tirar vantagem do maquinário que têm”.

“Marc foi capaz de colocar sua habilidade em bom uso, juntamente com a capacidade de sua moto.”

Haviam rumores de que Marquez mudaria para a KTM na próxima temporada já no final do ano passado em Valência, mas ele optou por permanecer como piloto da Honda por pelo menos mais dois anos.

Enquanto Marquez provou a sua capacidade como piloto, Doohan acredita firmemente que ele poderia ganhar em uma moto diferente, se ele optar por fazer esse movimento.

“Acho que haviam sete Hondas no grid em um ponto, porque todos disseram que precisavam de uma Honda, mas ainda assim havia apenas um vencedor”, acrescentou.

“Então, acho que um piloto como Marc vai fazer a diferença, e felizmente, com as corridas de moto, ok, você precisa de uma boa máquina, mas o piloto vai fazer a diferença”.

“Acho que já vimos que, no passado, quando os pilotos mudam de fabricante, eles ainda são fortes”.

“No passado, vimos caras obtendo resultados decentes e mudando de marca, porque achavam que precisavam de outra moto e os resultados foram os mesmos”.

“Eu acho que se Marc mudar para um fabricante diferente, o que você quiser, ele ainda vai continuar vencendo”, concluiu Doohan.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Lewis Hamilton eleito o Piloto do Ano em 2018”:

 

“Schumacher não respira com ajuda de aparelhos”, diz jornal britânico:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E na Arábia Saudita:

 

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

 

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?