Decisão sobre apelação da Ducati deve sair antes do GP da Argentina

O resultado do caso contra as asas da Ducati, que foi levado ao Tribunal de Recurso após o Grande Prêmio do Qatar, será decidido antes da Argentina.

Quatro fabricantes, Aprilia, KTM, Honda e Suzuki, fizeram um protesto, após a vitória de Andrea Dovizioso no Qatar, contra o uso da aleta aerodinâmica montada no braço da Ducati.

O protesto inicial foi rejeitado pela Direção de Corrida, no entanto, as equipes ofendidas, apelaram, e o caso foi agora para o Tribunal de Recurso da MotoGP, onde uma decisão será anunciada antes da próxima etapa da categoria na Argentina, no final de março.

Um comunicado da MotoGP dizia: “Depois da Corrida de MotoGP do Grande Prêmio da Visita de Catar em 10 de Março, o Pinel de Comissários da FIM MotoGP, composto por Freddy Spencer (IRTA-EUA), Bill Cumbow (FIM-EUA) e Ralf Bohnhorst (FIM-GER), recebeu protestos da Aprilia Racing Team Gresini, da Red Bull KTM Factory Racing, da Repsol Honda Team e da Team Suzuki Ecstar”.

“Os protestos dizem respeito a dispositivos aerodinâmicos no braço oscilante traseiro das motos Ducati, pilotadas por Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci (Team Mission Winnow Ducati) e Jack Miller (Alma Pramac Racing)”.

“Os comissários rejeitaram os protestos. As Equipes então interpuseram uma apelação junto aos Comissários de Apelação da FIM, consistindo no Comissário da FIM Stuart Higgs (GBR) e um segundo recurso, Steward Cesario Samarita (PHI), nomeado pela Qatar Motorcycle Federation (QMMF)”.

“De acordo com o artigo 3.3.3.2 do Regulamento do Grande Prêmio do Campeonato Mundial da FIM, os Comissários de Recurso da FIM remeteram o caso para o Tribunal de Recurso da MotoGP”.

“O Tribunal de Recurso da MotoGP, é composto por três juízes pertencentes à Comissão Internacional de Juízes da FIM”.

“Uma audiência será organizada em breve com representantes das equipes envolvidas. A decisão do Tribunal de Recurso da MotoGP, será anunciada antes do Grande Prêmio da Argentina em 31 de março”.

“O resultado do Grande Prêmio Visit Qatar está sujeito à decisão final do Tribunal de Recurso da MotoGP.”

A Ducati testou pela primeira vez o dispositivo, no mês passado na Malásia, e afirma que seu objetivo é resfriar o pneu traseiro.

No entanto, os fabricantes que apresentaram a queixa acreditam que ela tem um benefício aerodinâmico, e portanto, contraria os regulamentos atuais.

Um dispositivo similar foi visto na Yamaha na Áustria e em Valência no ano passado, embora a marca a tenha usado para limpar a água do pneu traseiro.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: