Cirurgia no ombro de Marquez foi mais agressiva do que o esperado

O atual campeão do mundo de MotoGP, Marc Marquez, disse que a cirurgia que teve no ombro esquerdo em Dezembro foi “pior” e mais “agressiva” do que o esperado.

Marquez revelou no final de 2018, que sofreu uma luxação no ombro no início do ano, o que o atrapalhou durante toda a temporada.

Ele passou por uma cirurgia em dezembro, apenas algumas semanas depois de ter deslocado o ombro duas vezes durante o fim de semana da corrida em Valência.

Falando durante o lançamento da Repsol Honda em Madrid, na quarta-feira, ele disse: “Foi um dos invernos mais entediantes da minha vida, mas tive que me sacrificar neste inverno para me recuperar”.

“Quero agradecer o esforço de todos, mas especialmente da minha equipe de fisioterapia, na verdade, eles estão lá 24 horas por dia”.

“No começo foi um pouco complicado, a cirurgia foi um pouco pior do que todos esperávamos, inclusive eu”.

“Foi muito agressivo. A recuperação, tentando colocar todo o esforço para me recuperar, você sabe que seu corpo requer certo tempo para curar, e é isso que estamos tentando respeitar agora”.

“O objetivo é muito claro: estar lá na primeira corrida e ir 100 por cento.”

Marquez também afirmou após sua cirurgia, que ele considerou permanecer no hospital, tal foi a extensão da lesão, mas disse que ele está agora “quase pronto”.

“Foi difícil. Eu tive ferimentos antes e eles doeram, mas nada aconteceu, você sempre melhora”, acrescentou.

“Mas por algumas semanas realmente doeu o suficiente para eu dizer ‘não, eu prefiro estar aqui no hospital por mais alguns dias’.”

“Eu não conseguia me ver em casa, era uma cirurgia complicada, mas estamos quase prontos, estamos no processo de recuperação”.

“Eu já posso ir para a academia, ganhar força em meus músculos. Eu quero estar pronto para o primeiro teste na Malásia”, concluiu.