Sato vence o GP de Portland e Dixon abre vantagem na liderança do campeonato

Takuma Sato venceu a movimentada corrida em Portland com Scott Dixon terminando em quinto e ampliando sua vantagem na liderança da IndyCar 2018.

A corrida durou apenas três curvas antes de um grande acidente protagonizado por Zach Veach, que espremeu James Hinchcliffe na saída da ‘Festival Chicane’. Por sua vez, Hinchcliffe acertou os carros de Dixon, Ed Jones e Graham Rahal, com Marco Andretti saltando sobre Hinchicliffe antes que seu carro capotasse. Todos os pilotos saíram ilesos.

Dixon de alguma forma conseguiu prosseguir a corrida, usando a bandeira amarela para reabastecer e colocar novos pneus em uma estratégia semelhante a de Sebastien Bourdais, já que eles apostaram em ficar mais na pista no primeiro stint, mas ainda com a estrategia convencional de três paradas.

As primeiras paradas ajudaram Sato a subir de sua posição inicial, de 20º para o meio do pelotão, e ficou na pista mais do que qualquer outro piloto antes de sua primeira parada.

Isso o deixou em uma boa posição quando Santino Ferrucci, da Dale Coyne Racing, retornando à IndyCar após sua polêmica saída da F2, ficou sem combustível faltando 30 voltas para o final.

Isso desencadeou outra bandeira amarela e encorajou todo, exceto Max Chilton, da Carlin, a fazer uma parada e ficar até o final.

A parada rápida de Sato significou que ele voltou atrás apenas de Chilton na relargada, assumindo a liderança quando o piloto da Carlin fez sua parada.

O piloto da Rahal Letterman Lanigan Racing, Sato, economizou combustível na medida certa para segurar os avanços de Ryan Hunter-Reay e marcar sua primeira vitória na IndyCar desde a Indy 500 de 2017.

Hunter-Reay terminou em segundo, seguido por Bourdais. Spencer Pigot terminou na P5 com Dixon logo atrás.

Com a quinta posição de Dixon ele aumenta sua vantagem para 29 pontos, faltando apenas a rodada dupla de Sonoma para o fim da temporada.

Os brasileiros, que não tiveram uma boa qualificação no sábado, ganharam boas posições na corrida. Pietro Fittipaldi terminou entre os dez primeiros na P9, com Tony Kanaan em 11º e Matheus Leist em 14º.

A etapa final da temporada 2018 da IndyCar acontece nos dias 15 e 16 de setembro, na rodada dupla em Sonoma.

 

GP de Portland – IndyCar – Resultado Final:

1) Takuma Sato (Dallara/Honda)
2) Ryan Hunter-Reay (Dallara/Honda)
3) S.Bourdais (Dallara/Honda)
4) Spencer Pigot (Dallara/Chevrolet)
5) Scott Dixon (Dallara/Honda)
6) Simon Pagenaud (Dallara/Chevrolet)
7) Charlie Kimball (Dallara/Chevrolet)
8) Alexander Rossi (Dallara/Honda)
9) P.Fittipaldi (Dallara/Honda)
10) Josef Newgarden (Dallara/Chevrolet)
11) Tony Kanaan (Dallara/Chevrolet)
12) Carlos Muñoz (Dallara/Honda)
13) Gabby Chaves (Dallara/Chevrolet)
14) Matheus Leist (Dallara/Chevrolet)
15) Jordan King (Dallara/Chevrolet)
16) Jack Harvey (Dallara/Honda)
17) Alfonso Celis (Dallara/Chevrolet)
18) Max Chilton (Dallara/Chevrolet)
19) Zach Veach (Dallara/Honda)
20) Santino Ferrucci (Dallara/Honda)
21) Will Power (Dallara/Chevrolet)
22) J.Hinchcliffe (Dallara/Honda)
23) Graham Rahal (Dallara/Honda)
24) Ed Jones (Dallara/Honda)
25) Marco Andretti (Dallara/Honda)