Nissan “frustrada” com ligação de Albon e Toro Rosso

Embora o chefe da equipe da Nissan e.dams, Jean-Paul Driot, esteja tentando “encontrar uma solução” para Alexander Albon, ele admite que está “muito frustrado” com tudo isso.

No início deste ano, a Nissan assinou com Albon um contrato de três anos para a Fórmula E.

No entanto, ele está procurando uma maneira de sair do acordo depois que a Toro Rosso fez a ligação.

Embora a Red Bull tenha desconsiderado Albon anos atrás, eles agora querem assinar com ele como piloto da Toro Rosso para a próxima temporada, com Helmut Marko conversando com o piloto e a Nissan na semana passada.

Essas conversas custaram um tempo de pista vital da Nissan, no teste de pré-temporada em Valência, como Albon deveria testar, mas acabou não fazendo, a equipe acabou tendo que trazer Oliver Rowland.

“Isso veio do nada”, disse Driot ao Motorsport.com.

“Estamos muito frustrados, porque, no que diz respeito à DAMS e à Fórmula 2, temos feito muito para ajudar Alexander Albon a competir, financeiramente falando.

“Demos a ele um bom carro, porque no ano anterior no time que ele estava (ART Grand Prix) ele realmente não teve performance, e com a gente ele demonstrou que é muito rápido, o que eu nunca duvidei”.

“Nós fechamos com ele um contrato de três anos na FE, e de repente do nada, porque o ajudamos muito a escovar e a brilhar sua imagem, a Toro Rosso veio com o Dr Helmut Marko para dizer que ele queria ter Albon em um carro.

“Quando você pergunta a um cego se ele quer ver, você sabe a resposta. Quando ele falou sobre a Fórmula 1 para um piloto que estava sempre sonhando em fazer isso, você sabe a resposta também”.

“Então, estamos negociando com a Toro Rosso, a Nissan tem uma alta gerência que não estava realmente feliz, como você pode imaginar”.

“Eles estão muito infelizes porque o contratamos por três anos. Mas estamos tentando encontrar uma solução ”.

Driot revelou que nada foi decidido e que as conversas entre a Toro Rosso, o piloto e a Nissan continuam.

“Estamos tentando encontrar uma solução, porque quando você tem um piloto que não quer pilotar mais, o que você faz? Mas nós temos um contrato e isso está claro”, acrescentou.

“Nada foi feito até o momento, e é por isso que colocamos Oliver Rowland no carro, como uma espécie de terceiro piloto, e veremos nas próximas duas ou três semanas como ele se desenvolve”.

“Estamos discutindo com a Toro Rosso para ver como podemos encontrar a melhor solução para todos”, concluiu Driot.

 

Novo vídeo no CANAL da F1Mania. Confira:

 

ENQUETE F1MANIA: Juntos desde as categorias juniores, Ocon acredita que Leclerc vai brigar pelo título em 2019.  Você concorda? Responda a enquete abaixo: