Nissan assume “pressão” do sucesso da Renault na Fórmula E

A Nissan assume a colaboração de parceira na Fórmula E com a equipe e.dams, na temporada 2018/19. Com isso, a Renault se despede da categoria para se concentrar na Fórmula 1.

O conjunto Renault/e.dams conquistou o título de equipes em três das quatro primeiras temporadas da FE. Os pilotos, Sebastien Buemi e Nico Prost, juntos fizeram 15 vitórias, e entre eles Buemi ganhou o título da temporada 2015/16.

“Isso certamente coloca muita pressão sobre nós, posso dizer-lhe isso. Sabemos que o time é capaz. A equipe da e.dams é uma equipe sólida e isso nos dá uma boa base”, disse o diretor da Nissan, Michael Carcamo.

“Eu não serei tão ingênuo em pensar que só porque estamos começando com isso, devemos estar em uma posição alta. É um carro totalmente novo (na quinta temporada), será um novo piloto”.

Apesar do relativo sucesso da Renault, no passado, a fabricante não desenvolveu seu powertrain para 2017/18 e não ganhou uma corrida em sua última temporada. Em um cenário, imprevisível, Carcamo é relutante em descrever as expectativas da Nissan para a próxima temporada, uma vez que ela assume o início da era Gen2.

“Eu não necessariamente colocaria uma posição e diria o que queremos. Acho que precisamos saber e ter confiança de que nos movemos na direção certa, que estamos efetivamente obtendo ganhos e produzindo resultados conforme eles surgem”, acrescentou o diretor da Nissan.