ePrix de São Paulo é cogitado para a 6ª temporada da FE

Depois de cancelado às vésperas seguindo uma possível privatização do Anhembi em 2018 – privatização que ainda não aconteceu em meados de 2019 – o ePrix de São Paulo pode se tornar uma realidade na próxima temporada da Fórmula E.

O site ‘e-racing365’ relatou que representantes da cidade estiveram presentes no ePrix de Roma para dar continuidade às negociações, que também aconteceram em Santiago, com uma possível data no começo de 2020 em conversa, que seria pouco depois do ePrix chileno de 2019/20.

Lucas Di Grassi sempre esteve engajado com a realização da corrida no Brasil. Falando exclusivamente à F1Mania durante o Salão do Automóvel 2018, ele comentou sobre o possível ePrix de São Paulo, ainda na fase de projetos, com o piloto desenhando o traçado no Parque do Ibirapuera.

“Seria um evento também de entretenimento para o público e sem a necessidade de deslocamento até Interlagos, sendo uma prova realizada nas ruas no entorno do Ibirapuera, inclusive mostrando outro lado da cidade para o mundo. Pois as pessoas tem a imagem da região de Interlagos que possui regiões carentes, com problemas de infraestrutura, favelas, e não conhecem locais bem estruturados como a região do Parque do Ibirapuera, e acho que mostrar este lado de SP, é fundamental”, disse Di Grassi.

Já em Roma, durante a última corrida da Fórmula E, Di Grassi comentou que tem “trabalhado muito, e se isso acontecer em São Paulo, será o projeto da minha pista, mais ou menos”, disse o brasileiro ao ‘e-racing365’.

“Eu dei a eles o layout e disse que esse circuito seria viável, é seguro e não incomoda muita gente. Depois fui falar com o prefeito e alguns investidores em potencial para a corrida e, sim, as coisas estão fluindo bem.

“Ainda não está concretizado por algumas questões comerciais que precisam ser verificadas, as datas, mas parece promissor e espero que continue na direção certa”, concluiu.

O cofundador da Fórmula E, Alberto Longo, afirmou que o Brasil é um importante mercado para o campeonato, e confirmou o interesse na realização de uma corrida em São Paulo.

“Temos muito interesse, não só pelos nossos parceiros, nossos patrocinadores, mas também das equipes em vir fazer outra corrida na América do Sul, especialmente no Brasil, e estamos estudando as opções para correr lá muito em breve”, disse Longo para o ‘e-racing365’ em Santiago.

Di Grassi, Felipe Massa e Felipe Nasr são atualmente os representantes do Brasil na categoria totalmente elétrica de monopostos, a Fórmula E.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Resumão do fim de semana do GP 1000 de Fórmula 1:

 

ePRIX DE ROMA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 7ª etapa

 

ePRIX DE ROMA – Lucas di Grassi fala sobre sua corrida e os bons pontos somados no Mundial

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: