Campeão da Fórmula E multado por usar cueca fora dos padrões da categoria

O novo campeão da Fórmula E, Jean-Eric Vergne, e seu colega de equipe, Andre Lotterer, foram multados por usar roupas íntimas fora dos padrões durante a classificação para a final da temporada, em Nova York.

Ambos os pilotos da Techeetah foram multados em 5 mil euros e receberam dois pontos de punição por violar o artigo 30.14 do regulamento esportivo 2017/2018 da FE.

As bizarras penalidades foram distribuídas antes da última corrida na campanha de 2017/18, no circuito de Brooklyn, onde Vergne venceu o seu primeiro campeonato de pilotos da categoria elétrica.

“Depois de verificar as roupas, o capacete e o encosto de cabeça do piloto, descobriu-se que ele usava cueca não conforme, que não é permitidas pelo código esportivo internacional da FIA”, relatou um boletim distribuído pelo órgão e com o anúncio da punição à Vergne.

“O piloto pediu desculpas. Os comissários consideram que, neste caso, a violação ocorreu durante a qualificação do grupo com carros limitados no circuito, por um curto período de tempo.”

Uma infração semelhante foi constatada sob Lotterer, ocorrida durante a super-pole da corrida dois, na dupla rodada em Nova York.

Esta não é a primeira vez que um piloto da FE é punido por usar roupa íntima não-compatível com as normas da categoria. Nesta temporada, na etapa de Punta del Este, o piloto da Audi, Lucas di Grassi, também foi considerado culpado da mesma infração. O brasileiro foi multado em 10 mil euros e recebeu três pontos de punição nesse caso.

>> Di Grassi multado por cueca fora dos padrões de segurança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *