Buemi classificou a temporada 2018-19 como ‘política’

Sebastien Buemi descreveu a temporada de 2018-19 da Fórmula E como “política”, e a conduta de fabricantes rivais como “decepcionante”, depois que o powertrain exclusivo duplo-gêmeo MGU da Nissan, foi considerado irregular.

O E-racing365, revelou em setembro, aspectos do Nissan e.dams Gen 2 powertrain, que utilizou uma configuração complexa de motor duplo, não encontrada nos demais carros de corrida das outras equipes.

Outros fabricantes questionaram a aplicação do pacote, em particular como as duas MGUs operavam.

No início da temporada, surgiram profundas suspeitas de que a Nissan estava empurrando sua inovação, para além do que alguns acreditavam serem limites esportivos e técnicos aceitáveis.

O design foi posteriormente proibido para o campeonato de 2019-20, o que significa que o fabricante japonês precisa se adaptar a um único motor para a próxima temporada.

“Tem sido muito político e tem sido jogado de uma maneira ruim no meu ponto de vista”, disse Buemi, que terminou como vice-campeão de Jean-Eric Vergne na temporada.

“Muitas pessoas fizeram muito lobby, e claramente terminar em segundo lugar no campeonato é uma boa recompensa para a equipe, mas por outro lado, estou triste porque o que nós produzimos este ano será banido para o próximo ano”.

“Talvez fosse bom demais para algumas pessoas, ou inteligente demais”.

Buemi acrescentou que ele também ficou desapontado que o powertrain, que derivou da equipe técnica da Nissan liderada pelo experiente Vincent Gaillardot, não poderia ser desenvolvido ainda para a temporada 2019-20.

“Isso simplesmente me decepciona muito, porque a Fórmula E, é sobre inovação em powertrains e em mobilidade elétrica, e nós a matamos porque era muito boa”, disse ele.

“’Eu também estou decepcionado com o comportamento de algumas outras equipes sobre esse assunto, mas no final, nós temos que viver com isso, e esperamos que possamos vencer as outras equipes justamente no ano que vem, com um powertrain similar.

Buemi garantiu seu lugar atrás de Vergne na classificação dos pilotos, com uma vitória e mais três pódios nas últimas quatro corridas da temporada.

A Nissan, enquanto isso, terminou em quarto no campeonato de construtores.

O chefe de automobilismo da fabricante, Mike Carcamo, refutou recentemente a sugestão de que a proibição do powertrain twin-MGU, frustraria a inovação técnica na Fórmula E.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IHEmXnwxu3JDk3pmRviZ7r

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX de NOVA YORK corrida 2 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 13ª etapa:

 

ePRIX de NOVA YORK corrida 1 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 12ª etapa:

 

LUCAS DI GRASSI comenta 3º lugar na temporada 2018/19 da FÓRMULA E:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: