Audi se prepara para decisão da Fórmula E com Lucas Di Grassi na disputa

A equipe de Fórmula E Audi Sport ABT Schaeffler se prepara para a última etapa do campeonato. A rodada dupla que acontece em Nova Iorque, Estados Unidos, em 13 e 14 de julho, definirá o campeão de pilotos e construtores da quinta edição do torneio de monopostos elétricos. Com 98 pontos e duas vitórias na temporada, conquistadas no México e Alemanha, Lucas Di Grassi terá que tirar uma diferença de 32 pontos para ficar com o título. Na rodada dupla, serão computados 58 pontos, incluindo os pontos adicionais para as pole positions e voltas mais rápidas.

A improvável virada já aconteceu em uma rodada dupla final na Fórmula E e envolveu justamente o piloto brasileiro. Na terceira temporada, o suíço Sébastien Buemi era líder da competição com dez pontos a mais que Di Grassi e chegou ao Canadá próximo do título, mas acabou superado pelo brasileiro, que virou de forma impressionante nas etapas finais ao terminar com uma vitória e um sétimo, coroando seu primeiro título na competição. “Enquanto tivermos uma chance em termos absolutos, vamos dar o máximo de nós. No passado, provamos mais de uma vez que o papel de caçador fica bem em nós”, disse Lucas di Grassi. No último ano, a equipe Audi Sport ABT Schaeffler superou uma diferença de 33 pontos nas duas provas finais e ganhou o campeonato de equipes.

A quinta temporada da Fórmula E é uma das mais disputadas da história. Em onze etapas realizadas até Berna, na Suíça, somente dois pilotos venceram mais de uma corrida: o líder Jean-Éric Vergne e o vice-líder Lucas Di Grassi. No total, oito diferentes pilotos ficaram no lugar mais alto do pódio pelo menos uma vez.

O equilíbrio deixa o campeonato de construtores aberto: com 173 pontos, a equipe Audi Sport ABT Schaeffler precisa de um excelente resultado no final de semana com sua dupla de pilotos formada Di Grassi e Daniel ABT para chegar ao bicampeonato. A diferença é de 43 pontos para o líder.

“Começamos a temporada com o objetivo de vencer corridas e lutar por todos os títulos até o final – e estamos conseguindo fazer isso”, diz o diretor da equipe Allan McNish. “Olhando as posições, obviamente estamos enfrentando uma tarefa difícil. Porém Daniel, Lucas e toda a equipe mostraram que é possível, com um desempenho incrível do pessoal no último ano. Não temos nada a perder, porém muito a ganhar”. Em 2018, a dupla obteve uma vitória, dois segundos lugares e um terceiro lugar nas duas provas de Nova Iorque e trouxe para casa 78 pontos de 94 pontos possíveis.

Pela terceira vez, a Fórmula E será disputada no circuito de 2.320 metros na vizinhança de Red Hook, no Brooklyn. Ela percorre diretamente ao longo da orla da Upper New York Bay, que separa Manhattan e Brooklyn. A pista é bastante parecida com a do último ano.

 

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/F9GwK1YT4yACqHsym6pqu8

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX da SUÍÇA | Melhores Momentos | 11ª etapa Fórmula E 2018/19:

 

Análise: Vettel CULPADO ou INOCENTE no GP do Canadá? partc. Sérgio Milani. Veja abaixo:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: