Na Dragon, Felipe Nasr é o quarto brasileiro na temporada 2018/19 da Fórmula E

Felipe Nasr vai substituir Max Gunther na Dragon Racing já no ePrix da Cidade do México, que acontece no dia 16 de fevereiro.

Nasr participaria do ‘Rookie Test’ com a Dragon depois do ePrix de Marraquexe, mas cláusulas contratuais impediram a participação do brasileiro nos testes e, como resultado, a equipe executou apenas o carro do argentino Jose Maria Lopez.

Mas a situação agora parece ter se resolvido, já que a equipe contará com o piloto brasileiro para ser companheiro de Pechito Lopez já no México.

O problema é um confronto de datas entre a temporada 2018/2019 da Fórmula E e uma etapa do IMSA SportsCar, onde o brasileiro defende o título do campeonato pela Action Express Racing.

A corrida de rua de Long Beach acontece junto com o ePrix de Roma, no da 13 de abril, e ainda não se sabe se o brasileiro em qual campeonato o brasileiro estará competindo na ocasião.

O chefe da equipe Dragon, Jay Penske, elogiou os esforços de Gunther com a equipe e disse que sua “trajetória juntos deve continuar além deste programa”, com Gunther confirmando em seu Twitter que permanecerá como piloto reserva, de testes e simulador.

“Maximiliano é um jovem piloto notável”, disse Penske em comunicado da Dragon ao ‘Autosport’. “Durante seu programa conosco, ele enfrentou todos os desafios com afinco e dedicou incontáveis ​​horas nos bastidores para melhorar nosso desempenho.

“O impacto que ele causou na nossa organização é um testemunho de um nível de maturidade e profissionalismo que excede a sua idade”, acrescentou. Estou muito contente que nossa jornada continue além deste programa.

“Estou ansioso para continuar a trabalhar com um piloto jovem e tão promissor, e estou extremamente animado por ter a oportunidade de Maximilian competir conosco novamente no futuro”.

A declaração do Dragon explicou que a equipe “permanece em discussões” com Nasr e, apesar das evidências, não confirmou o contrato com o piloto brasileiro.

“Felipe demonstrou um talento incrível, marcando 29 pontos em suas duas temporadas na Fórmula 1 e vencendo o Campeonato Protótipo IMSA de 2018”, disse Penske sobre o ex-piloto da Sauber.

“Ele seria um ativo inestimável para a organização Geox Dragon em constante evolução. Nós ficaríamos animados em adicionar um piloto de seu calibre ao time.”

A mesma informação foi dada pela assessoria de Nasr, afirmando que o brasileiro está na Europa e permanece em discussões com a GEOX Dragon, mas que deve integrar o time norte-americano para o ePrix do México e o restante da temporada 2018/2019 da Fórmula E, deixando de lado apenas a corrida em Roma para disputar o IMSA com a Action Express Racing.

Nasr também está inscrito na Lista de Entradas (a “Entry List” do ePrix da Cidade do México, documento oficial da FIA, no carro #6 da GEOX Dragon.

Com a afirmação de Gunther em seu Twitter sobre sua permanência como piloto reserva da equipe, é provável que o ex-piloto da F2 substitua Nasr no ePrix italiano.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS | FÉRIAS F1MANIA”:

 

EXTREME E | Corrida elétrica de SUVs será disputada nos cantos mais remotos do mundo | Entrevista com GIL DE FERRAN:

 

Confira os melhores momentos da Fórmula E em Santiago:

 

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

 

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?