Vettel: “Foi difícil encontrar o ritmo” no GP da China

Sebastian Vettel admitiu que teve dificuldades para encontrar um “ritmo” significativo durante o GP da China, deste domingo, no qual terminou em terceiro, apesar de ter sido ajudado por Charles Leclerc, que permitiu uma ultrapassagem após o pedido da Ferrari.

A Mercedes dominou a corrida em Xangai, conseguindo a terceira dobradinha em três etapas da temporada 2019 com Lewis Hamilton ultrapassando Valtteri Bottas momentos após a largada.

Na Ferrari, Vettel teve que passar Charles Leclerc com “ordens de equipe”. A Ferrari avisou o monegasco, que tinha passado seu companheiro de equipe na largada, que Vettel era mais rápido e ele precisar dar passagem.

“Estou feliz por estar no pódio, mas difícil, porque tentamos brigar com eles (Mercedes), mas eles foram muito rápidos desde o começo”, disse ele a Martin Brundle momentos após a corrida ainda no grid chinês.

“Quero dizer, senti que poderia ser mais rápido, mas foi um pouco difícil para mim encontrar um ritmo. Eu acho que se você ver a corrida completa, não poderíamos disputar com a Mercedes. Há muita lição de casa para nós, foi um resultado bom, mas não ótimo.”

A terceira posição de Vettel na China foi o primeiro pódio do alemão na temporada. Ele ocupa a quarta posição no mundial de pilotos, dois atrás de Max Verstappen

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Chegou o GP 1000 da Fórmula 1:

 

ePRIX DE ROMA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 7ª etapa

 

ePRIX DE ROMA – Lucas di Grassi fala sobre sua corrida e os bons pontos somados no Mundial

 

‘GAME OF ROMES’ – Fórmula E lança vídeo baseado na série de sucesso GAME OF THRONES

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: