Verstappen e Leclerc rebatem propostas de Jean Todt para 2021

Jean Todt, o presidente da FIA, apresentou algumas de suas próprias ideias, que ele acha que tornariam a Fórmula 1 melhor em 2021. Ele propôs que os pilotos não deveriam se beneficiar da ajuda ‘anti-stall’ (sistema que não deixa o motor morrer), mas isso não tem apoio de Max Verstappen ou Charles Leclerc.

No início do Grande Prêmio da Áustria, Verstappen não conseguiu largar corretamente quando as luzes se apagaram. O holandês ganhou a corrida depois que seu carro da Red Bull usou o ‘anti-stall’ para continuar correndo. Verstappen baseia-se nesta ocasião em sua resposta à proposta de Todt.

“Eu acho que é sempre bom manter o carro em ação, não é? Um piloto tem um mau começo, mas pelo menos ainda está correndo. Pode acontecer com mais carros em um pit stop ou qualquer outra coisa. Eu acho que seria um pouco bobo que você perca um carro por isso”, disse Verstappen ao RaceFans.net.

Todt também falou sobre reduzir o bate-papo entre pilotos e equipes. Ele acha que isso tornaria o esporte menos previsível, mas Leclerc não gostaria de ver isso no esporte porque os carros são muito complexos.

“Acho que somos bastante limitados, pois os carros são tão complexos agora que também precisamos fazê-los funcionar, com a ajuda dos engenheiros, em segundo plano. Talvez possamos reduzir algumas informações, mas acho que estamos limitados a isso, apenas pela complexidade dos carros agora”, observou Leclerc.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX de NOVA YORK corrida 2 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 13ª etapa:

 

ePRIX de NOVA YORK corrida 1 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 12ª etapa:

 

LUCAS DI GRASSI comenta 3º lugar na temporada 2018/19 da FÓRMULA E:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: