Toto Wolff: “Acho impossível substituir Charlie Whiting”

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que a FIA está começando a perceber o quão difícil será substituir Charlie Whiting.

Whiting morreu na quinta-feira, antes da abertura da temporada de 2019, em Melbourne, com Michael Masi assumindo o cargo de diretor de corrida.

A FIA está agora tentando implementar medidas mais permanentes para preencher o vazio deixado pela morte de Whiting, mas Wolff afirma que essa tarefa será “impossível”.

“Acho que suas funções são difíceis de serem preenchidas”, disse Wolf à ‘Austosport’, utilizando a expressão em inglês “fill Charlie´s shoes”.

“Eu conversei com Ross Brawn no caminho para a foto (no grid) e o minuto de silêncio, e ele disse que tinha acabado de descobrir o quanto Charlie estava fazendo falta.

“[Isso inclui] trivialidades como as câmeras em posições perigosas. Foi isso que Ross mencionou para mim.

“Certamente haverá decisões difíceis a serem tomadas no futuro e acho impossível substituir Charlie.

“Mas quem quer que assuma esse trabalho, precisamos apoiá-los”, concluiu Wolff.

Mais, que foi escolhido como diretor de prova da F2 e F3 este ano, foi convocado em caráter de emergência, e o presidente da FIA, Jean Todt, continua calado se Masi ocupará o cargo de forma permanente.

“Vamos trabalhar muito de perto com as equipes de F1 e começamos a pensar”, disse Todt.

“Nossa equipe em Genebra está tentando ver o que vamos implementar para o futuro”.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: