Tost afirma que menos downforce vai melhorar muito as corridas

Franz Tost, diretor da equipe Toro Rosso, acredita que reduzir o downforce é a melhor maneira de melhorar as corridas na Fórmula 1.

A temporada de 2019 terá a introdução de asas dianteiras menos sofisticadas, placas mais simples e uma asa traseira maior.

Carros mais próximos foram apontados como o objetivo dessas mudanças, com uma revisão mais radical das regras elaboradas para 2021.

No entanto, Tost afirma que a FIA poderia criar corridas muito mais próximas com uma redução de 40% a 50% em downforce.

Falando ao Motorsport.com, ele disse: “Temos tanto downforce, o que significa altas velocidades de curva, ninguém pode seguir por causa do ar sujo por trás, e mal temos zonas de frenagem”.

“Como você deve ultrapassar?”

“Isso significa que a FIA, a FOM, e há pessoas experientes por lá, como Ross Brawn, como Pat Symonds, sabem exatamente o que você deve fazer: diminuir o lado aerodinâmico, o downforce”.

“Eu cortaria no mínimo 40-50% do downforce atual, para tornar o carro muito mais instável nas curvas”.

“Então as pessoas podem ver que os pilotos precisam lutar com o carro”.

“Carros serão muito mais rápidos na reta, você tem chances de ultrapassar alguém, devido ao aumento de frenagem, e você pode seguir nas curvas”.

“Esse regulamento pode ser fácil de ser realizado. Eles só têm que querer isso”.

No entanto, ele acredita que o grid não quer isso o suficiente, e que essas mudanças são sempre direcionadas para as pessoas erradas.

“As equipes! Nunca perguntam às equipes ”, enfatizou Tost.

“Eles vêm para o Grupo de Trabalho Técnico. Quem está no grupo de trabalho técnico? Engenheiros. Nunca pergunte aos engenheiros!”, finalizou.