Sette Câmara é confirmado como piloto de testes da McLaren para 2019 na F1

McLaren confirma mineiro de 20 anos como piloto de desenvolvimento da equipe para testes com o carro de Fórmula 1 e também nos simuladores

A McLaren terá um piloto brasileiro testando oficialmente seus carros na temporada 2019. Nesta terça-feira (6), a equipe britânica confirmou os boatos de que Sergio Sette Câmara será o piloto de desenvolvimento da equipe na próxima temporada. O último brasileiro a pilotar oficialmente um carro da escuderia foi Ayrton Senna no GP da Austrália de 1993, há exatos 25 anos. Anos depois, outros pilotos brasileiros fizeram alguns testes, como Ricardo Zonta em 1998 e Mario Haberfeld em 1999.

“Era meu sonho um dia me tornar piloto de Fórmula 1, e gostaria de agradecer à McLaren por me dar essa incrível oportunidade. Meu desejo é me integrar à equipe e trabalhar o mais próximo possível deles; ouvir, aprender e ajudar a desenvolver como um piloto, assim como apoiar a McLaren”, diz Câmara.

Sergio Sette Camara - F2 - Rússia
Foto: FIA F2

Na McLaren, Sette Câmara terá a companhia de outro brasileiro: Gil de Ferran, que é diretor esportivo da equipe desde julho deste ano. A equipe, assim como Câmara, também possui patrocínio da Petrobras.

“Estamos muito felizes em receber Sérgio na McLaren e no nosso programa de jovens pilotos. Temos acompanhado seu progresso há algum tempo e acreditamos que ele é um jovem talento promissor, com um potencial real. Estamos ansiosos para trabalhar com ele para desenvolver suas habilidades como um piloto completo, enquanto temos seu apoio em nossas operações de corrida”, diz Gil.

O primeiro teste de Sette Câmara com um F1 aconteceu em julho de 2016, quando o piloto ainda fazia parte do programa de jovens talentos da Red Bull. Na época, o mineiro pilotou o carro da Toro Rosso em Silvertsone. Em 2018, Sette Câmara disputou a temporada completa da Fórmula 2 com a Carlin.