Russell satisfeito com o desempenho “surpreendente” da Williams na Itália

Depois de terminar em 14º no GP da Itália, o piloto da Williams, George Russell, disse estar positivamente surpreso com o desempenho do seu FW42 durante a corrida, já que Monza geralmente é uma das piores pistas para a equipe de Grove.

O jovem se classificou em 18º, derrotando o companheiro de equipe Robert Kubica mais uma vez em um sábado, mas a dupla subiu no grid quando uma série de penalidades foram distribuídas. Russell começou em 14º e se saiu muito bem ao terminar nessa mesma posição, até mesmo enfrentando a Ferrari de Sebastian Vettel em um momento, com o alemão caindo no grid, após uma penalidade de dez segundos de ‘stop-and-go’.

No geral, apesar de não haver pontos marcados, foi outra boa exibição de Russell, que continua sendo o único piloto a não marcar nenhum ponto em 2019 até o momento.

“Nosso ritmo foi surpreendente, especialmente considerando que Monza é um dos três piores circuitos do ano para nós, com nossa velocidade em linha reta”, disse o jovem de 21 anos.

“Definitivamente, temos alguns pontos positivos a tirar, isso mostra que fizemos um bom trabalho com a preparação, com os pneus, com tudo o mais sob nosso controle. Acho que podemos ficar bastante satisfeitos com o resultado”, concluiu.

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – AUDI apresenta o E-TRON FE06 para a temporada 2019/20 da FÓRMULA E:

 

O que um piloto de Fórmula E faz durante as férias?

 

PORSCHE CUP BRASIL | ETAPA ESTORIL 2019 | MELHORES MOMENTOS:

 

Fórmula E: Como pilotos e equipes se comunicam:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: