Russell acredita que os cockpits na F1 devem ter tamanho padronizado

O estreante da Williams, George Russell, acha que os cockpits devem ser padronizados em toda a Fórmula 1, já que o britânico acha que não ter dimensões mínimas para o cockpit, beneficia os pilotos menores do grid.

Russell, que tem 1,85, é um dos pilotos mais altos do grid, e acha que está em desvantagem por causa disso. Pilotos menores que ocupam menos espaço no cockpit podem usar o espaço extra para outros propósitos, e para os projetistas dos carros, o espaço é tudo.

“Há benefícios se você é um piloto menor”, explicou ele ao F1i.

“Os projetistas de carros podem deixar tudo mais apertado para que você tenha mais espaço para fazer o que quiser. Você pode aproximar os radiadores. É uma história sem fim.”

Vindo das classes de corridas juniores como a Fórmula 2, Russell sabe que as regras são diferentes lá.

“Eu sei que na Fórmula 2 e na Fórmula 3, eles só têm um tamanho padrão para caber um piloto de até 1,92.

“No final, vocês provavelmente não perceberão, os fãs não perceberão, mas definitivamente isso está indo na direção certa”, concluiu.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE SANYA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 6ª etapa

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

Confira o GRID COMPLETO da temporada 2019 da COPA TRUCK:

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: