Ross Brawn pretende manter modelo de “equipe B” na Fórmula 1

Ross Brawn acredita que o chamado modelo de equipe B deve ser preservado na Fórmula 1, argumentando que isso ajuda as equipes novas e menores competirem.

Este modelo, onde as equipe adquirem boa parte das peças de outro time, foi duramente criticado pelo chefe da Renault, Cyril Abiteboul, enquanto o chefe da Haas, Gunther Steiner, cuja equipe tem uma forte relação com a Ferrari, o chefe da Toro Rosso, Franz Tost, que é parceiro da Red Bull, defenderam o modelo.

Brawn agora entrou na discussão, argumentando que o sistema de “equipe B” não deve ser eliminado do esporte como parte da visão da Liberty Media para 2021.

“O modelo Haas é interessante e tem tido sucesso”, disse ele à ‘Sky Sports’.

“É algo que temos que manter para o futuro, para uma pequena equipe entrar e ser bastante competitiva.

“Há alguns detalhes que precisamos rever sobre o que eles podem fazer, mas todos acreditam neles, eles pegaram uma modelo que estava lá (no regulamento) e ninguém explorou tanto quanto eles, e é uma ótima história.”

Enquanto uma tentativa de forçar as equipes a produzirem sua própria suspensão foi abandonado, a partir de 2020 as equipes precisam construir seus próprios dutos de freio, mas uma revisão mais radical do que as equipes poderiam utilizar ainda está em debate.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE SANYA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 6ª etapa

 

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

 

Confira o GRID COMPLETO da temporada 2019 da COPA TRUCK:

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: