Ricciardo acredita que carro da Renault é bom para pontuar constantemente

Daniel Ricciardo acredita que o carro 2019 da Renault, é bom o suficiente para lutar consistentemente dentro dos pontos durante as primeiras etapas da temporada.

O recém-chegado na Renault, teve uma estreia para esquecer em casa, já que abandonou o Grande Prêmio da Austrália, como medida de precaução depois de ver sua corrida praticamente terminar na largada, quando ele perdeu a asa dianteira.

“Acho que devemos ser um dos oito melhores carros na primeira parte da temporada, e em seguida, esperamos que seja melhor”.

“Acho que o Bahrein será muito mais fácil, será como uma semana de férias comparada à Austrália, não há nada acontecendo de diferente, como correr em casa, para que eu possa realmente me preparar adequadamente”.

“Estou frustrado porque todos esperavam muito, mas a realidade é que minha corrida acabou depois de cinco segundos”.

“Se é falta de sorte ou não, eu sinto que a preparação não foi como deveria ter sido, então eu me sinto um pouco mal, mas eu estava tentando agradar a todos.”

O companheiro de equipe, Nico Hulkenberg, acumulou os únicos pontos da Renault, chegando na sétima colocação, deixando a equipe francesa em quinto no campeonato de construtores e dois pontos atrás da Haas.

“Eu estava sob grande pressão no final, então eu realmente tive que lutar para manter o sétimo lugar”, explicou Hulkenberg.

“É um bom começo com seis pontos, mas mostrou que temos muito trabalho a fazer para competir, mesmo com esses caras no pelotão intermediário.”

“Com certeza, o balanço de desempenho irá variar um pouco de pista para pista, mas é claro que precisamos cavar fundo e continuar encontrando desempenho, especialmente para melhorar o equilíbrio do carro.”

O chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul, destacou o ritmo de uma volta como a maior área para ser melhorada em seu carro, já que nem Ricciardo nem Hulkenberg conseguiram chegar ao Q3 durante a qualificação.

“Estamos deixando a Austrália com sentimentos contraditórios, e um contraste de positivo e negativo”, disse Abiteboul.

“O principal ponto negativo foi a qualificação, onde tivemos vários problemas que impactaram nosso potencial e posição inicial”.

“Sabemos que o carro tem muito mais ritmo do que o que mostramos, especialmente na qualificação, e será a prioridade da próxima corrida extrair mais da plataforma inicial, com uma execução mais suave durante o final de semana, enquanto trabalhamos em nossas atualizações planejadas”, concluiu.

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

 

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

 

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

 

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

 

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: