Renault defendeu o uso das ordens de equipe durante o GP do Canadá

O chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul, defendeu o uso das ordens de equipe no Grande Prêmio do Canadá, realizado no último domingo.

Nico Hulkenberg recebeu ordens para permanecer atrás de seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo nos estágios finais da corrida em Montreal, com a Renault citando diferentes estratégias e a necessidade de acumular mais pontos como a razão.

Falando aos repórteres após a corrida, Abiteboul defendeu a decisão da Renault, explicando que antes do Grande Prêmio da França, a equipe precisava garantir um resultado forte.

“Daniel estava com pneus um pouco mais velhos que o Nico, também porque ele tinha um carro rápido, claramente seus pneus não estavam em tão boa forma”, disse Abiteboul.

“Provavelmente Nico teria tido o ritmo para ultrapassá-lo, mas francamente nós dissemos ‘precisamos desse resultado’.

“Eu não gosto de ter que fazer isso, não é o estilo da equipe, isso é algo que não pretendemos fazer em muitas ocasiões.

“Eu queria ter certeza de que a equipe estaria de volta ao jogo, e os pilotos também estão de volta ao jogo, seu próprio jogo, a partir da próxima semana.

“Mas neste fim de semana foi importante voltar a ficar o mais perto possível da equipe que ainda é a quarta (no campeonato de construtores), que é a McLaren.”

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE BERLIM | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 10ª etapa:

 

Lucas di Grassi comenta VITÓRIA no ePrix de Berlim 2019 – Fórmula E:

 

STOCK CAR 2019 | Goiânia | MELHORES MOMENTOS (4ª e 5ª etapa):

 

WILSINHO FITTIPALDI e seu “ADEUS” para NIKI LAUDA:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: