Red Bull acha que novas asas dianteiras só aumentarão diferença entre equipes

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, disse que as novas asas dianteiras que estão sendo introduzidas em 2019, não farão muita diferença, já que o britânico acha que isso só aumentará a distância entre algumas equipes.

Depois de anos desenvolvendo asas dianteiras mais complexas e gerando mais downforce, a FIA agora optou por tornar as asas dianteiras muito mais simples, com o objetivo de produzir um “ar mais limpo” atrás dos carros, tornando mais vantajoso estar no vácuo de alguém.

Horner não está convencido de que isso terá um impacto positivo tão grande.

“Isso terá algum efeito, mas apenas um pouco”, disse ele ao Motorsport.com.

“Uma equipe vai pegar o jeito das novas asas dianteiras, e outra menos”.

“Mas, como a Mercedes e a Ferrari votaram a favor, ela foi aprovada. Agora, você terá diferenças ainda maiores porque algumas equipes vão lucrar e algumas equipes não”, concluiu Horner.

 

Veja alguns vídeos do nosso Canal no Youtube. Confira:

 

Victor Berto visita a “Dream Racing” em Las Vegas e pilota uma Maserati GranTurismo Sport e uma Ferrari F430 Scuderia no “Las Vegas Motor Speedway”, que recebe etapas da NASCAR em seu oval. Confira o vídeo:

 

Documentário Fórmula E  OFF THE GRID #3 – “Seria estúpido não aproveitar isso”, com Andre Lotterer (Legendas em PT-BR)

 

Victor Berto, direto de Las Vegas, te leva para um passeio a bordo da LAMBORGHINI HURACAN LP610-4, uma MERCEDES AMG GTS V8 e uma MCLAREN 570S, 250 km/h em Lake Mead. Confira o vídeo: