Racing Point passará por disputa judicial

Parece que já faz um longo tempo desde que Lawrence Stroll comprou a Force India, rebatizou a equipe como Racing Point, e trouxe seu filho Lance como piloto, mas a saga parece não ter terminado, já que um ex-potencial comprador, parece disposto a levar os administradores da Force India ao tribunal.

A Force India entrou em administração no meio da temporada de 2018, e foi salva quando Lawrence Stroll comprou a equipe, mas a empresa russa Uralkali, estava certa que seria a compradora.

A Uralkali estava na corrida para assumir o controle da equipe, até que um consórcio liderado por Stroll vencesse a disputa. A Uralkali divulgou um comunicado revelando quando eles podem esperar um processo judicial no tribunal.

“Durante esta audiência, o tribunal considerou as questões de gestão de casos e estabeleceu o cronograma para novas etapas do julgamento, que está programado para ocorrer entre outubro e dezembro de 2020”.

“Antes do julgamento, as partes no processo deverão revelar certas correspondências e outros documentos relacionados ao Processo de Licitação, e trocarão evidências de testemunhas em abril de 2020.”

 

 

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX de NOVA YORK corrida 2 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 13ª etapa:

 

ePRIX de NOVA YORK corrida 1 | Melhores momentos | Fórmula E 2018/19 – 12ª etapa:

 

LUCAS DI GRASSI comenta 3º lugar na temporada 2018/19 da FÓRMULA E:

 

GP DO BRASIL 2020 será realizado no RIO DE JANEIRO, diz JAIR BOLSONARO:

 

Vídeo mostra o traçado do novo AUTÓDROMO de DEODORO no RIO DE JANEIRO

 

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS: